terça-feira, 25 de maio de 2021

Senador Marcos Rogério expõe tática de Renan para ‘sabotar’ Mayra e comemora convocação de governadores


Em coletiva de imprensa a respeito da CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça”, e “Tribunal de Renan Calheiros”,  durante intervalo de sessão que ouve o depoimento da médica Mayra Pinheiro, o senador Marcos Rogério fez severas críticas a Renan Calheiros, relator da comissão, alfinetou Omar Aziz e congratulou a secretária do Governo Bolsonaro.

Marcos Rogério avaliou: “Mayra iniciou sua exposição desmontando a narrativa da oposição de que ela ficaria em silêncio com relação aos temas relacionados ao estado do Amazonas. Ela responde a todos os questionamentos. Um depoimento absolutamente esclarecedor, com muitas informações, muitos dados e muita segurança no que está falando”.

Ao criticar a falta de compostura de Omar Aziz, presidente da CPI, o senador comemorou: “Onde houve ação da Polícia Federal com suspeita de corrupção, ele salientou que teremos essas convocações para a CPI. Além do bom depoimento da doutora Mayra, essa é a melhor notícia. Não há motivo para haver blindagem de gestores sob suspeita de corrupção, desvios, contratos fictícios, superfaturamento. Ele acabou de afirmar que serão votadas amanhã e deverão ser aprovadas”.

Nesta toada, o congressista assestou táticas deletérias de Renan Calheiros: “Em muitos momentos, o depoimento era tão claro que Renan Calheiros, o relator, tentava impedir a fala dela. Ainda que com essa obstrução, ela explica objetivamente o contexto das ações e das decisões tomadas”.

No que concerne à “imunidade de rebanho”, o parlamentar salientou: “Isso não foi uma política pública do governo ou do Ministério da Saúde. Isso seria um crime contra a humanidade. É um absurdo, isso. Ela chega, presta informações e ‘espanca’ essa acusação totalmente infundada”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...