sexta-feira, 14 de maio de 2021

URGENTE: Fachin proíbe Polícia Federal de prosseguir em investigação contra Toffoli


O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou o pedido da Polícia Federal para investigar o ministro Dias Toffoli. Na delação premiada do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, Toffoli foi acusado de receber R$ 4 milhões para modificar suas decisões e beneficiar dois prefeitos do estado enquanto era ministro do TSE. Fachin não se limitou a proibir a investigação do colega, mas determinou “que a autoridade policial se abstenha de tomar qualquer providência ou promover qualquer diligência direta ou indiretamente inserida ou em conexão ao âmbito da colaboração premiada em tela até que se ultime o julgamento antes mencionado”. O julgamento mencionado por Fachin é de um pedido para anular a delação premiada de Cabral, e foi enviado a julgamento pelo próprio ministro Fachin pouco depois da imprensa noticiar que a Polícia Federal havia pedido autorização para investigar Toffoli. 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...