segunda-feira, 21 de junho de 2021

Bolsonaro ironiza: ‘Sigilo de telefone, eles quebram de todo mundo, mas o do Adélio não pode quebrar


O presidente Jair Bolsonaro conversou com cidadãos que o aguardavam na saída do palácio da Alvorada, quando comentou os esforços do ministro Luís Roberto Barroso para se opor à proposta do voto impresso. Bolsonaro disse: “só na fraude o nove dedos volta. Agora, se o Congresso aprovar e promulgar, teremos voto impresso. Não vai ser numa canetada de um cidadão como esse aqui que não vai ter voto impresso. Pode esquecer isso aí”.

O presidente parabenizou os motociclistas de Sergipe, que fizeram uma motociata em apoio ao governo, e comentou: “Olha só, o Ministério Público proibiu a manifestação deles, mas não proibiu as da petralhada no domingo”. O presidente brincou: “vou acabar com as manifestações dos petralhas: Comam mortadela! Faz bem para a saúde. Estou apoiando agora o consumo de mortadela no Brasil”. 

Questionado sobre o que poderia fazer para ajudar os caminhoneiros, Bolsonaro disse: “O maior problema de vocês é o preço do combustível. Deve ser votado essa semana - não sei se vai ser aprovado ou não -  um projeto de lei complementar para regulamentar uma EC de 2001, que diz que o ICMS tem que ter um valor fixo, nominal, real, no Brasil todo. Tá com dificuldade de aprovar. Por isso negociamos, o Arthur Lira, ele é o presidente e tem ajudado a gente nessas causas aí. Para a gente deixar que cada estado defina, nominalmente, não em percentual, o valor do diesel. Diesel, gasolina, álcool… o valor do ICMS. Para você chegar no posto de combustível e ver, lá, o preço da refinaria, o imposto federal que tem, o estadual, margem de lucro do posto e uma coisa gravíssima também, que é o transporte. Aí está um monopólio que tem aqui há décadas no Brasil. Se a gente votar isso daí, acho que dá pra gente aprovar, e cada governador pra dizer quanto é o seu ICMS, a gente resolve a questão do combustível no Brasil”. 

O presidente disse ainda: “Para onde o Brasil estava indo até a cassação da Dilma? Imagine se ela continuasse. Se eu tivesse morrido na fa****, quem estaria no poder? É muita coisa, pessoal, para a gente arrumar. A gente vai arrumando. Vou indicar agora, em julho, um nome para o Supremo. A gente vai indo. Quem for eleito em 22, no primeiro semestre, vai indicar mais dois. A verdade está vindo, pessoal, a verdade está vindo”. 

Bolsonaro ironizou a velha imprensa, dizendo: “Quem estiver com covid, já sabe quem procurar agora. Doutor William Bonner. Doutora Miriam Leitão, também”. 

Perguntado sobre o andamento das investigações sobre o atentado que quase lhe tirou a vida, Bolsonaro disse: “nunca andou. Interesses outros. O pessoal pensa que o governo é um quartel. No quartel, dá ordem e o cara cumpre. Aqui, tem muito interesse. Não foi o Adélio, da cabeça dele. Três advogados estiveram lá, a entrada fajuta na Câmara. Sigilo de telefone, eles quebram de todo mundo, mas o do Adélio não pode quebrar”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...