sexta-feira, 18 de junho de 2021

Bolsonaro reage a ‘atos nefastos’ do MST e é aclamado como mito por multidão no Pará


O presidente Jair Bolsonaro participou da maior entrega de títulos de propriedade rural da História do Brasil, em Marabá, no Pará. Recebido aos gritos de “mito”, o presidente recebeu uma homenagem da Câmara de Vereadores do município e outra da cidade de Jacundá. 

O presidente agradeceu a Deus pela sua “segunda vida” e pela missão de governar o País e criticou as atitudes dos governadores, fazendo um apelo para que eles andem no meio do povo como ele faz. O presidente disse: “somos um povo privilegiado, um povo que tem uma Amazônia, que tem recursos minerais em abundância, terras agricultáveis a perder de vista, água potável, que serve não só para a nossa sobrevivência, bem como para alimentar mais de 1 bilhão de pessoas”. 

O presidente acrescentou: “um homem só pode produzir se tiver segurança. Esses títulos - é mais do que um direito de vocês. Que essas pessoas tenham um pedaço de terra para dizer que é seu e de sua família. Afastamos as atividades nefastas do MST”. Bolsonaro lembrou que a propriedade privada é sagrada, mas lembrou que há outros direitos sagrados, insculpidos entre as cláusulas pétreas da Constituição, e disse: “lamento que muitos governadores usurparam disso”. 

Bolsonaro lembrou: “Esse presidente que vos fala não fechou um botequim sequer. Muito pelo contrário. Quando o povo conseguiu a sentir necessidades devido ao fechamento do comércio, criei o auxílio-emergencial. É obrigação nossa atender aos mais humildes. Se o homem do campo tivesse parado, teríamos desabastecimento”.

O presidente alertou: “Nós sentimos um pouco da sanha ditatorial de governadores do Brasil. Nossa liberdade é nosso bem maior, maior até mesmo que a nossa própria vida. Um homem ou uma mulher sem liberdade não têm vida. Juntos, ao lado de Deus, seremos invencíveis”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...