quarta-feira, 9 de junho de 2021

Senador Marcos Rogério denuncia covardia de Otto, absurdos de Omar e tumulto se inicia na CPI


No decurso de votação no âmbito da CPI da Pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”, o senador Marcos Rogério denunciou graves ofensas ao regimento por parte de senadores que buscam macular o Governo Bolsonaro. O senador advertiu para pautas surgindo de maneira imprevista, inclusive pedindo quebras de sigilos de empresas e cidadãos, de modo incompatível com o regimento do Senado Federal.

O senador  petista Rogério Carvalho acusou Marcos Rogério e declarou: “Demandas do governo não precisam representar todos os senadores. Eles ligam o trator e atropelam (...). Essa polêmica é para quem não quer garantir o funcionamento da comissão. Estamos vivendo uma emergência”. Marcos Rogério, por seu turno, denunciou violações ao regimento, reagiu e asseverou: “O que altera votar hoje ou amanhã? Ocorrendo hoje, altera o estu* regimental”.

Ademais, o parlamentar bateu na mesa e vociferou: “Vossas excelências têm a maioria, mas não têm o regimento do lado de vossas excelências. Respeitem o regimento! Respeitem o regimento!”. Outrossim, ele complementou: “A questão de pautar requerimento, convocação ou informação, 48 horas antes. Agora, querem mudar o regimento? O apelo que estou fazendo não é nada além daquilo que é regimental. Decida a questão de ordem, presidente! Vossa excelência não pode atropelar o regimento e as prerrogativas parlamentares”. Após o senador petista Humberto Costa apresentar um pedido de quebra de sigilo sem seguir o regimento, Marcos Rogério reiterou seus protestos: “Sigilos sendo apresentados extra-pauta? (...) Ofendem o devido processo legislativo e o devido processo legal”.

Nesta toada, Otto Alencar fez acusações sem fundamento a Marcos Rogério e foi imediatamente rebatido: “Não seja covarde! Não faça isso. Não seja covarde”. O senador Heinze, por sua vez, rebateu Otto e complementou: “Quem tem coragem deixa os governadores falarem, os prefeitos se explicarem, os secretários se explicarem”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...