quarta-feira, 2 de junho de 2021

Senador Marcos Rogério escancara ilegalidade de Renan e Omar Aziz na CPI da Pandemia e aponta urgência de depoimento de governador


Em entrevista coletiva após a sessão de hoje da CPI da pandemia, o senador Marcos Rogério voltou a criticar a condução dos trabalhos e apontou: ‘a CPI já cansou’. O senador apontou que membros da Comissão repetem uma “narrativa histérica” por não conseguirem produzir provas contra o governo federal. Ao mesmo tempo, protelam a produção de provas contra governadores e prefeitos, contra os quais já existem fortes indícios. 

O senador afirmou que “a CPI está se tornando uma CPI absolutamente ilegal”, ao abandonar um dos requisitos de uma CPI, que é a existência de fato determinado. Marcos Rogério apontou ainda a necessidade urgente de ouvir o governador do estado do Amazonas. O senador lembrou que hoje houve uma operação da Polícia Federal contra o governo do estado, na qual houve a prisão do secretário de saúde e de um empresário: “acusações gravíssimas e evidências apresentadas pela PF e pela CGU”.

Marcos Rogério lamentou que, ao invés de investigar essas acusações graves, a CPI fique “rodando em círculos”. O senador disse: “é uma narrativa interminável”, e apontou que, apesar da narrativa, não houve apresentação de qualquer prova. Marcos Rogério disse: “narrativa não alimenta relatório, narrativa não gera ação penal, narrativa não gera ação civil pública. O que gera ação penal são provas, evidências. Crime de responsabilidade tem que ter prova. Na ausência dessas provas, dessas evidências, eles apelam para essas narrativas que se repetem o tempo todo”

O senador lembrou: “bilhões e bilhões de reais foram encaminhados aos estados e municípios para o enfrentamento da pandemia. O que foi feito com esses recursos? Essas respostas precisam ser dadas no âmbito da CPI”. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...