terça-feira, 22 de junho de 2021

Senador Marcos Rogério exibe vídeo e desperta a ira de opositores de Bolsonaro na CPI - Renan, Randolfe, Alessandro


Durante sessão da CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça”, e “Tribunal de Renan Calheiros”, o senador Marcos Rogério escancarou as estratégias utilizadas pelo comando da comissão para desqualificar pessoas e criar uma narrativa para prejudicar o presidente Jair Bolsonaro. O senador mostrou um vídeo do médico “global”, doutor Dráuzio Varela, e, ao ser interrompido, disse: “Vou enfrentar. Essa é a oposição. Veja a estratégia da oposição. Esse é o G7 da CPI. É assim que eles agem. Não precisa de retificação de informação, pois esta informação eu vou dar aqui. A questão é a narrativa, a cantilena que o G7 coloca aqui dentro. Um homem capacitado que não acertou em suas previsões feitas logo no começo da pandemia. Já vieram os aloprados dizerem. Era o começo da pandemia”.

Após ser novamente interrompido por gritos e protestos, assim como por Randolfe Rodrigues, que ordenou a retirada do termo “aloprados” das notas taquigráficas, o senador Marcos Rogério prosseguiu: “Não estou criticando Drauzio Varella. Enganam-se se acham que esta é a intenção. Dizem que a ciência avança. O problema é que essa cantilena só vale para um lado. Para o outro, não vale”.

O senador explicou: “Aqui, se cobra uma postura de alguns e, de outros, fazem o contrário, são advogados de defesa. Ele não foi satanizado, ridicularizado (...). Todos erraram, mas querem pegar um para Cristo. As pessoas, o Brasil inteiro está acompanhando a CPI. Hoje, antes e vai continuar acompanhando. Talvez com muita decepção com o palco de horrores que se transformou isso aqui”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...