terça-feira, 8 de junho de 2021

Senador Marcos Rogério faz pronunciamento avassalador na CPI e desperta a ira de Omar Aziz


Durante sessão da CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”, o senador Marcos Rogério manifestou sua indignação com o uso político da CPI e com a conduta do comando da Comissão. Durante seu discurso, Marcos Rogério foi interrompido pelo presidente da Comissão, Omar Aziz, que se irritou com o seu pronunciamento. 

O senador Marcos Rogério chamou a atenção para os excessos comumente observados nas oitivas de testemunhas ligadas ao governo federal, apontando a grosseria e as estratégias de humilhar as testemunhas e colocar palavras em suas bocas. O senador afirmou que o “episódio mais tétrico” foi o depoimento da dra. Nise Yamaguchi, e disse: “esta CPI perdeu, e muito, com a maneira como foi tratada a dra. Nise”.

Referindo-se à oitiva do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o senador apontou que o ministro deixou seu trabalho para ficar à disposição da CPI, ouvindo perguntas repetidas à exaustão. O senador apontou que a CPI não busca a verdade, mas há uma tentativa clara de constranger o ministro na relação com seu superior hierárquico, o presidente da República, Jair Bolsonaro. 

O senador ironizou ainda as “fases” pelas quais a CPI já passou e questionou os motivos para singularizar a realização da Copa América quando nenhuma das outras competições esportivas em curso gerou qualquer preocupação do Senado com a possibilidade de contaminação de atletas, equipes técnicas ou jornalistas. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...