quinta-feira, 24 de junho de 2021

Senadores Marcos Rogério e Jorginho derrubam ataque de Luís Miranda a Bolsonaro e desmascaram narrativa


Antes do início da sessão da CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”, os senadores Jorginho Mello e Marcos Rogério comentaram a repercussão em torno das supostas denúncias do deputado Luís Miranda e da resposta do ministro Onyx Lorenzoni.  O senador Jorginho Mello apontou que o governo já está tomando as medidas cabíveis para verificar a possível falsificação de documentos. 

O senador Marcos Rogério respondeu sobre a convocação dos irmãos Miranda e comentou: “dar, a uma informação sem a devida checagem, com peso de denúncia, como se fosse uma grande descoberta, e quando você vai ver a fundo, você está diante de um fake news que tenta tumultuar o processo, gerar constrangimento, e que gera prejuízo ao interesse público”. 

O senador ironizou a argumentação dos colegas de CPI, dizendo: “os mesmos que, dias atrás, aqui na CPI, disseram ‘quanto vale uma vida’ para justificar comprar uma vacina ao preço que fosse, agora vêm dizer que houve crime, sem investigar o que aconteceu”.

Questionado sobre a possibilidade de prorrogar a CPI para investigar os supostos “fatos novos”, o senador disse: “não sei quais são os fatos novos. Estou vendo, até agora, a CPI rodando em círculos. O que nos intriga muito é essa insistência em ficar o tempo todo tentando emparedar o governo federal, que é o único até agora que conseguiu comprar vacina, respiradores. Até hoje não teve uma vacina comprada pelos estados. A vacina que está chegando aos brasileiros é a vacina comprada pelo Ministério da Saúde”. O senador acrescentou: “Para ficar fazendo o que estão fazendo, que é um jogo eleitoral, politiqueiro… respeitosamente, o Brasil já cansou”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...