sexta-feira, 16 de julho de 2021

Bia Kicis rebate desinformação sobre triplicação do ‘fundão’ eleitoral: ‘votei contra, e fiz questão de consignar o meu voto’


A deputada federal Bia Kicis fez uma transmissão ao vivo para esclarecer como ocorreu a votação do dispositivo que quase triplicou o “fundão” eleitoral, que entrega recursos públicos dos cidadãos aos partidos para suas campanhas eleitorais.  A deputada explicou que o Congresso votou ontem a Lei de Diretrizes Orçamentárias e que, após a aprovação da LDO, os votos dos deputados foram divulgados associados ao aumento do “fundão”. 

A deputada esclareceu: “Eu votei contra o fundão e a favor da LDO. Mas tem gente querendo fazer confusão e jogar os meus seguidores, os meus eleitores, contra mim, dizendo que eu votei a favor do fundão”.

Bia Kicis explicou que havia um destaque, feito pelo Novo, que visava impedir o aumento, mas esse destaque foi votado de forma simbólica, de forma a não registrar o voto de cada deputado sobre esse tema. A deputada, assim como outros deputados, registrou por escrito um voto contrário. Bia Kicis também explicou que o seu partido, através do líder General Peternelli, votou a favor do destaque que impediria o aumento, mas foi derrotado. 

A deputada desabafou: “Esse voto muda a situação? Não, não muda porque nós perdemos”, registrando que a maioria do Congresso votou a favor do aumento. Ela prosseguiu: “Nós não tivemos maioria. A maioria votou a favor desse aumento. Eu não votei a favor desse aumento, votei contra, e fiz questão de consignar o meu voto”. E fez um pedido: “não caiam em narrativas. Olhem quem votou diferente de mim”. 

A deputada Caroline de Toni também se manifestou sobre as narrativas que associaram os parlamentares da base do governo ao aumento do fundão. Caroline de Toni postou: 

“O que nós votamos a favor foi o texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias. A decisão sobre o aumento do Fundão Eleitoral foi depois, na votação dos destaques, mas fizeram uma manobra estapafúrdia para evitar que tal votação fosse nominal. 

Assim, a votação foi simbólica, e, nela, o PSL, do qual sou parte, orientou, corretamente, CONTRA o Fundão.

Então, a extrema-imprensa usou a lista de votos do texto-base da Lei como se fosse a votação do destaque sobre o Fundão para dizer que votamos a favor do Fundão, o que é FALSO! MENTIRA! Sou e sempre fui contra a própria existência desse fundo”. 

Caroline de Toni acrescentou: “É inadmissível a aprovação de R$ 6 bilhões para o Fundão Eleitoral na LDO. O valor foi triplicado e, como parlamentares, fomos impedidos de fazer a votação nominal por uma manobra regimental de quem quer esse Fundão cada vez mais 'gordo'. Sou absolutamente CONTRA essa proposta!”. 

Veja o vídeo da deputada Bia Kicis.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...