quarta-feira, 28 de julho de 2021

Bolsonaro confronta ministros do STF ao exigir 'voto democrático': 'Quem tirou Lula da cadeia vai contar o voto em sala secreta?'


Em entrevista a uma emissora de rádio da Bahia, o presidente Jair Bolsonaro explicou como seu governo lidou com a pandemia e como pretende continuar o trabalho para o avanço do Brasil. Bolsonaro lembrou que o Supremo Tribunal Federal tirou poderes do governo federal e transferiu a governadores e prefeitos, que tomaram ações que prejudicaram fortemente a economia. 

Bolsonaro explicou que o governo agiu para evitar o caos que poderia advir e apontou que, enquanto os informais tiveram ajuda para sobreviver, o setor formal teve uma boa performance e chegou a criar empregos formais. 

O presidente falou sobre a importância do agronegócio e mostrou como seu governo vem ajudando o setor, acabando com as demarcações indiscriminadas de terras indígenas, evitando invasões de terras, diminuindo a indústria da multa, oferecendo crédito aos agricultores e investindo na infraestrutura para escoar a produção. Bolsonaro explicou: “além de ajudarmos o homem do campo, vamos oferecer ao homem da cidade produtos mais baratos e em quantidade suficiente”. 

O presidente falou sobre a reforma ministerial, afirmando que o senador Ciro Nogueira tem ampla experiência com o parlamento e pode ajudar o governo no diálogo com o Congresso. 

Quando o jornalista já ia encerrar a entrevista, Bolsonaro pediu um minuto para lembrar que amanhã, em sua live, pretende mostrar as inconsistências do sistema eleitoral brasileiro, mostrando os motivos pelos quais a população não tem confiança no sistema. Bolsonaro também desmentiu a desinformação que propaga que a proposta do voto impresso auditável representa um retorno ao voto em cédulas. 

O presidente apontou a importância do voto democrático, afirmando que o cidadão só vai acreditar em uma democracia se souber que seu voto vai para o candidato que escolheu. Bolsonaro disse: “quem está contra isso está contra a democracia. Está contra o voto democrático, está contra eleições limpas”. O presidente acrescentou: “não é possível que as mesmas pessoas que tiraram o Lula da cadeia vão contar seus votos dentro de uma sala secreta”. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...