sexta-feira, 23 de julho de 2021

Bolsonaro defende eleições limpas e transparentes: ‘é uma questão de segurança nacional’


Durante sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro foi questionado sobre a proposta de emenda constitucional que tramita na Câmara, e que visa instituir o voto impresso auditável. O presidente explicou que a proposta visa aumentar a segurança das eleições e questionou os motivos da oposição que vem sendo feita à proposta. Bolsonaro disse: “o que nós queremos é fazer com que o sistema eletrônico de votação seja confiável e ninguém tenha dúvidas do resultado final.  Por que é tão contra? Por que o ministro Barroso vai para dentro do parlamento dizendo que as urnas são plenamente confiáveis?”

O presidente disse que, se as urnas são realmente confiáveis, o projeto, que permite auditoria, dará ainda mais confiança para os eleitores no resultado. Bolsonaro apontou que o Datafolha vem divulgando pesquisas eleitorais em que Lula aparece à frente e que, se a pesquisa estivesse correta e as urnas fossem confiáveis, ele seria eleito e não haveria dúvidas. 

Bolsonaro apontou: “o que está acontecendo é o seguinte: tiraram ele da cadeia, tornaram elegível, para ser presidente. De que forma? Pega um instituto de pesquisa, que ninguém confia, mas tá dizendo que o Lula é o cara. A desconfiança entre a população é que esse percentual vai ser acertado, vai ser convalidado, entre meia dúzia de servidores do TSE”. O presidente questionou: “que eleição é essa, em que meia dúzia de pessoas tem as chaves criptográficas e mandam em todo o sistema, e eles apresentam o resultado depois de saírem de uma sala fechada onde meia dúzia apura os votos?”.

O presidente voltou a convidar para a apresentação que fará na próxima semana. Bolsonaro disse: “Na quinta-feira nós vamos mostrar, esclarecer as fragilidades do sistema e o que aconteceu na eleição de 2014. E você vai poder acreditar ou não nesse sistema de votação”. Bolsonaro disse que há uma “convicção de que houve, sim, interferência em 2014, e houve, sim, interferência em 2018”.

O presidente alertou que a segurança das eleições, mais do que uma questão política, é uma questão de segurança nacional. Bolsonaro disse: “eu digo: tem que haver eleição, tem que haver voto. Mas eleições transparentes”. Bolsonaro concluiu dirigindo-se ao público: “O que está em jogo é a tua liberdade”. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...