quinta-feira, 1 de julho de 2021

Bolsonaro retruca articulação de Alexandre de Moraes, Barroso e Fachin, ministros do STF, contra o voto impresso


O presidente Jair Bolsonaro conversou com cidadãos na saída do palácio da Alvorada, quando discutiu a atuação de ministros do Supremo Tribunal Federal contra o projeto do voto impresso auditável. Respondendo a uma cidadã que afirmava que pretende ir embora do Brasil caso ele não seja reeleito, Bolsonaro disse: “Tem uma articulação de três ministros do Supremo para não ter o voto auditável. Se não tiver, vai ter que ter uma…(interrupção) eles vão ter que apresentar uma maneira de termos uma eleição limpa. Se não tiver, vamos ter problemas no ano que vem”. 

Bolsonaro prosseguiu: “Eu estou me antecipando a problemas no ano que vem. O voto auditável, para ter a certeza de que, em quem o povo votar, vai ser eleito. Como está aí, a fraude está escancarada. E não vai ser só para presidente, não. Vai ser para senador, governador… fraude. Então, se tem três do Supremo articulando para não ter o voto impresso, porque eles estão preocupados com judicialização… eu já falei: se o Congresso promulgar, vai ter voto impresso”.

O presidente alertou: “Agora, se essa articulação prosperar, esses três vão ter que inventar uma outra maneira de termos eleições confiáveis, com a contagem pública de votos. Caso contrário, vamos ter problemas ano que vem no Brasil. Eu estou antecipando, porque o que eu estou falando aqui é a expressão da democracia. É a transparência. Não adianta vir com argumentozinho que é muito caro. Dinheiro tem. Já tá arranjado o dinheiro para as eleições, para comprar impressora. Queremos eleições limpas ano que vem. Porque tiraram Lula da cadeia, tornaram elegível, para ele ser presidente na fraude. Isso não vai acontecer”. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...