segunda-feira, 5 de julho de 2021

Deputada Bia Kicis se exalta, reage a ataques de esquerdistas e alerta para 'perigosa' ação do STF - Pronunciamento na Câmara


Durante sessão destinada à discussão e votação do Parecer à PEC 135/19, na Comissão Especial do Voto Impresso Auditável, a deputada Bia Kicis defendeu seu projeto e o relatório do deputado Filipe Barros e rebateu as narrativas trazidas por deputados que entraram na Comissão apenas no dia marcado para a votação. A composição da Comissão foi alterada na véspera da votação, quando presidentes de partidos ordenaram a troca de deputados, após reunião com o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal. 

Ao se manifestar contra a retirada de pauta do projeto, a deputada fez um duro alerta aos colegas sobre o papel do Parlamento e a separação dos poderes. Bia Kicis lembrou que a função de legislar cabe ao Congresso e apontou: “estamos sofrendo um ataque, uma campanha do Judiciário, por intermédio de alguns membros do STF, que, ao invés de permanecerem dentro do seu honroso mister constitucional, estão se imiscuindo na missão do parlamento”. 

Bia Kicis apontou que os deputados que participaram da comissão especial durante toda sua duração tinham informações suficientes para formar uma opinião, mas os novos deputados não participaram da discussão. A deputada disse: “muitos foram substituídos para atender um pedido de juízes do Supremo. Isso é uma interferência muito perigosa no parlamento”. 

Em outras intervenções, a deputada Bia Kicis rebateu as narrativas que foram apresentadas à guisa de argumentos contra o projeto, e respondeu a deputados que a atacavam, lembrando a longa trajetória das propostas de voto impresso. O voto impresso já foi aprovado três vezes pelo Parlamento, e sempre foi barrado pelo Supremo Tribunal Federal. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...