domingo, 25 de julho de 2021

Deputados, militares, empresários e advogados reagem após ataque da esquerda à estátua de Borba Gato


Neste sábado, a esquerda foi às ruas em “atos” contra o presidente Jair Bolsonaro. Em São Paulo, além da já habitual destruição de propriedade pública e privada, um grupo decidiu atear fogo à estátua do Borba Gato, incendiando dezenas de pneus no local. O “ato” teve incentivo de parlamentares da extrema-esquerda e causou indignação entre a população. 

A internauta Paula Felix questionou se os crimes serão investigados. Ela relatou que, em novembro de 2016, a Polícia Federal investigou as pessoas relacionadas, direta ou indiretamente, com um ato em que jogaram sang* no colo da estátua de Têmis, em frente ao STF. Ela relatou: “Imediatamente a PF foi atrás dos autores por "crime ambiental".

Eu sei porque uma das investigadas fui eu, por ter sido rastreada como a primeira a postar a foto no Facebook. Cinco anos depois, eu pergunto à PF: queimar a estátua do Borba Gato não polui o meio ambiente, não?”.

O empresário Salim Mattar, ex-secretário de privatizações do governo Bolsonaro, disse: “ABSURDO! Vândalos travestidos de manifestantes incendiaram a estátua do bandeirante Borba Gato em São Paulo. Na verdade são terr*** da esquerda politicamente correta que querem reescrever a história depredando monumentos históricos”.

O deputado Carlos Jordy compartilhou um vídeo da estátua de Borba Gato queimando em meio a colunas de fumaça negra, e disse: ‘Manifestantes a favor de Lula fazendo ato contra Bolsonaro. É esse o Brasil que você quer?”. Jordy disse também: “Estátua de Borba Gato incendiada por “manifestantes pacíficos” em São Paulo. E ainda há gente que insista que esse povo deve voltar ao poder. A esquerda é isso: DESTRUIÇÃO!”.

O advogado Fábio Talhari pontuou: 

“1. Infelizmente, não é um bom dia, amigos. Isto não é o começo do terr*** da esquerda, que ora é acolitada por corruptos da pior laia e protegida por ‘ministros’ de uma ‘corte’ vergonhosa. Mas pode ser o começo do fim de toda essa corja.

2. A destruição, o terr***, como todos viram, não foi concentrado e muito menos isolado, e não são ‘vândalos isolados’, são todos eles. Temos que mencionar a nefasta, nociva ação da "imprensa" sórdida deste país, que incentivou tudo isso.

3. Porque o óbvio e ululante é que esse bando de animais irracionais, essas pessoas que deveriam estar, no mínimo, enjauladas, não vão parar por aí. Os cidadãos de bem têm que se preparar para enfrentá-los no dia a dia, a partir de hoje, porque não dá mais para suportar isso”.

O deputado Paulo Eduardo Martins reproduziu um tweet do MTST e comentou: “Crime agora chama-se ‘ação direta’, na linguagem dos vagabundos. É preciso uma grande ação direta da polícia”.

O promotor Adriano Faria questionou: “Terr***as vandalizam patrimônio público e privado, mas não reivindicam voto auditável. Será por que o ter*** e o vandalismo são propagandas persuasivas para convencer o eleitorado? Ou teriam eles outros motivos para acreditar que prevalecerão na disputa eleitoral?”.

O promotor acrescentou: “Atos terr*** de gue** civil se repetem em diferentes lugares. Mas militantes políticos travestidos de agentes públicos respeitáveis não dão um pio a esse respeito. Nem um mísero tuitezinho. Os fatos estão à disposição para quem não quiser ignorá-los”.

O empresário Marcelo de Carvalho, dono da RedeTV!, disse: “Chegou a hora de dar um basta nesse asqueroso ‘politicamente correto’. Respeitar as diferenças é uma coisa. Impor sua ideologia é outra totalmente diferente. Daqui a pouco vão santificar quem incendiou o Borba Gato”.

O humorista Danilo Gentili constatou: “Os mesmos caras que queimaram o Borba Gato por achá-lo fascista estavam ontem dizendo que não tem ditadura em Cuba e Fidel é herói”. 

O investidor Leandro Ruschel analisou: “Mais um dia de protestos da extrema-esquerda contra o presidente. PT, PSOL, PCdoB, CUT, UNE, MST e outros aparelhos da esquerda estão nas ruas. Povo que é bom, nada… O vandalismo contra a estátua do Borba Gato segue o padrão de ação dos terro***s de extrema-esquerda nos EUA”.

O investidor compartilhou um post do deputado Ivan Valente e afirmou: “Parlamentar de extrema-esquerda incentivando terr****”. Ele também compartilhou post da Polícia Militar de São Paulo com imagens de “objetos” apreendidos com militantes e afirmou: “Segundo os militantes de redação, são os ‘defensores da democracia’”. 

Leandro Ruschel compartilhou ainda post do youtuber Felipe Neto e disse: “Incentivo ao vandalismo e glorificação da violência. Basicamente, discurso de ódio”.

O investidor criticou a atuação da velha imprensa, que minimizou o crime, dizendo: “Militantes de redação passam pano para os terr* que depredam patrimônio público.  Pior que isso, tratam os vândalos como "defensores da democracia", enquanto tratam conservadores, que se manifestam de forma pacífica e ordeira, como criminosos e antidemocráticos”. Ele acrescentou: “O "jornalismo profissional" da Globo parece saído das páginas de 1984: "o protesto foi pacífico, mas ao final alguns vândalos atacaram uma revenda de carros e jogaram pedras e fogos de artifício na polícia".”

Ruschel disse ainda: “Liberalóides da Nova Esquerda estão preocupados com a violência dos seus colegas de oposição esquerdistas. O foco da preocupação não é a violência e o terr* em si, mas a possibilidade da postura beneficiar Bolsonaro”.

O investidor resumiu: “Os atos de vandalismo e ter* promovidos pela extrema-esquerda hoje deixam claro: em 2022, é Bolsonaro ou o caos revolucionário. Começaram a depredar estátuas. O próximo alvo serão as igrejas e, finalmente, pessoas. É terr***”.

Leandro Ruschel acrescentou: “Vagabundos que batem palmas para os maiores genocidas da história querendo apontar o dedo para o Borba Gato. Quem venera Stalin, Mao e Che não tem capacidade alguma para fazer qualquer julgamento moral, muito menos para justificar terr*. Perceberam a quantidade de bandeiras  com foice e martelo nas manifestações da extrema-esquerda, hoje? E os militantes de redação, sem o menor pudor, afirmam que são manifestações pela "democracia". Só se for a "democracia" chinesa, ou norte-coreana…”.

O deputado federal Capitão Derrite exaltou-se: “ABSURDO! A estátua em homenagem ao bandeirante Borba Gato, que fica na Praça Augusto Tortorelo de Araújo, no distrito de Santo Amaro, foi incendiada por marginais na tarde de hoje. A mídia já está chamando-os de “pessoas”, “manifestantes”, tudo, exceto o que são: CRIMINOSOS!”.

A escritora Claudia Wild desabafou: “Terro*, fascistas, vândalos e cínicos, eis o que são! Em nome de uma suposta “reparação histórica“, criminosos que desprezam a democracia, ateiam fogo na estátua do bandeirante Borba Gato. Isso é crime, e crime que merece apuração e as duras penas da lei. Bandidos!”.

O cineasta Josias Teófilo alertou: “Se não prenderem esses caras (todos, um por um) que queimaram a estátua do Borba Gato uma hora eles vão queimar a Catedral da Sé”.

O professor Carlos Barros disse: “Terro**** colocaram fogo hoje na Estátua do Borba Gato. São acéfalos que não entendem história. Aliás, não é sobre história... é sobre o ódio que eles sentem das imagens mentais que fazem para justificar a vida de m*** que levam e eles serem os b*** que são”.

O jornalista Paulo Eneas lembrou: “Criminosos esquerdistas incendiaram estátua do Borba Gato em São Paulo. É crime contra patrimônio público com ameaça à vida de centenas de famílias que moram no entorno, e ocorre após Senador Randolfe Rodrigues incitar em live com MST ações de rua para derrubar o Gov. Bolsonaro”.

A deputada Carla Zambelli questionou por que os autointitulados “ambientalistas” do Congresso não se manifestam contra a queima de pneus. Ela lembrou: “Ivan Valente até parabenizou o ato de vandalismo e de crime ambiental”. 

O deputado estadual Douglas Garcia publicou um vídeo seu, de junho de 2020, em que alertava que movimentos de esquerda já tinham planos de atentar contra a estátua. O deputado disse: “Sobre o vandalismo que ocorreu na data de hoje no monumento de Borba Gato: no dia 09/06/20 eu havia avisado a Prefeitura de São Paulo (gestão Bruno Covas) que isto iria ocorrer e pedi um reforço no policiamento da região! As autoridades foram alertadas! O responsável tem q pagar!”.

Douglas Garcia relatou: “O caminhão que participou da ação criminosa que ocorreu no monumento de Borba Gato foi conduzido ao DP. Há muitas informações que iremos levar para ajudar as autoridades policiais. Além disso, também entrarei com requerimentos enquanto membro da comissão de Segurança Pública para ter acesso a todas as informações e mantê-los cientes de todas as fases da investigação até que esses VAGABUNDOS sejam presos!”. O deputado acrescentou: “Estou entrando em contato com Brasília para solicitar à nacional do PTB para que ingresse com uma representação no Conselho de Ética do Senado contra o Senador Randolfe Rodrigues. A ameaça que o senador fez à ordem democrática foi grave e precisa de uma punição à altura!”.

O professor de história João Carlos afirmou: “Borba Gato resistiu ao incêndio dos IMBECIS comunistinhas esquerdistas! Nós venceremos!”.

O vereador Leonardo Dias disse: “A esquerda colocou fogo no monumento do Borba Gato porque o consideram “gen***”. Pelo visto, eles decidem em que e quando tocar fogo.  Pergunto: Quanto tempo tardará para que esses terr***** toquem fogo em Igreja e Templos Evangélicos? Cadê o STF e os tais atos antidemocráticos?”.

O deputado estadual Tenente Nascimento afirmou: “Vândalos Colocam fogo na Estátua histórica de Borba Gato. Vão falar que é ativismo de Esquerda !”

O presidente do PTB, Roberto Jefferson disse: “Manifestação da esquerda todo mundo sabe como termina: destruição, vandalismo, depredação. Hoje foi a vez do  monumento ao herói bandeirante Borba Gato, em São Paulo, ser vandalizado e incendiado pelas milícias esquerdistas. E ‘ato antidemocrático’ é criticar o STF”.

Jefferson alertou: “Hoje os ter* de esquerda incendiaram a estátua de Borba Gato. Amanhã com certeza vandalizarão igrejas. Tem método nisso, e é uma repetição de grupos radicais, financiado por escroques que querem ver o circo pegar fogo”.

O presidente do PTB afirmou: “Solicitei ao nosso jurídico um estudo sobre as palavras do Senador Randolfe em live do MST. Ele prega abertamente derrubar, por um golpe, o governo Bolsonaro. Ato e pregação anti-democrático. Vou representar contra ele na Comissão de Ética e na PGR”.

O deputado estadual Coronel Telhada disse: “Terr*** travestidos de ativistas colocaram fogo em pneus junto a estátua de Borba Gato em Santo Amaro. Crime contra o patrimônio, ambiental e negacionismo esquerdista da história de SP e do Brasil. Merecem cadeia e condenação com restituição financeira pelo dano que causaram”.

A deputada estadual Valéria Bolsonaro questionou: “Mídia marrom e parcial noticiando ato terr***. E aí Ministros do STF, isso deve ou não, ser investigado com rigor e muita urgência? Será que atos como esses serão negligenciados pelos defensores da democracia????”.

Valéria Bolsonaro compartilhou post da deputada Mônica Seixas e disse: “Essa é a política do PSOL, muito bem representada por essa deputada que fala com intimidade do grupo responsável pelo ataque ter* e apoia esse tipo de ato! Será que tbm não deveria ser investigada??”.

A deputada também compartilhou um vídeo de ataque a estabelecimentos privados, e disse: “É isso que a mídia marrom chama de manifestações a favor da democracia e contra o Presidente Bolsonaro! Não sei quem é pior??”.

O deputado estadual Gil Diniz afirmou: 

“Mais um ato terr*** da esquerda na cidade de São Paulo! Dessa vez incendiaram a estátua do Bandeirante Borba Gato. Um ex-filiado ao PSOL tentou matar Jair Bolsonaro, militantes de esquerda queimam estátuas hoje. Quanto tempo demora para que estejam queimando pessoas vivas?

Não me importo se você gosta ou não do monumento, se apoia ou não as “Bandeiras” e o passado do colonizador paulista.

Queimar um monumento é um ato te* e deve ser repudiado e combatido pelas autoridades! Espero a devida punição aos autores desse crime”.

O deputado compartilhou um vídeo do momento em que um caminhão chegou ao local da estátua, levando pneus e pessoas. Gil Diniz disse: “Bando de filhos da p*** terr***! Havia fotógrafos no local para registar o ato conforme as imagens, um ataque planejado e coordenado! Vou caç** cada um desses filhos bandidos! Vou registrar boletim de ocorrência para que um inquérito seja aberto e processar um a um!”.

O deputado compartilhou post da deputada Monica Seixas e respondeu: “Vão incendiar o Palácio dos Bandeirantes agora? Você deveria tomar vergonha na cara e repudiar esse ato criminoso! Você é cúmplice!”. O deputado questionou: “Como a Deputada Estadual Monica Seixas  já sabia que a autoria do ataque ter* foi do grupo que espalhou esses cartazes pela cidade: “Revolução Periférica”? Vou acionar o Ministério Público e citar a informação da deputada para que deponha como testemunha no inquérito policial!”

Gil Diniz compartilhou um post do grupo “Revolução Periférica” e afirmou: “Segundo a Deputada Monica Seixas, do PSOL, foram esses os responsáveis pelo ato terr*** de hoje na cidade de São Paulo! Vou processar cada um deles e fazer com que paguem centavo a centavo a restauração do monumento ao Bandeirante Borba Gato!”.

O deputado apontou que veículos de extrema-esquerda confirmaram a autoria: “A extrema-esquerda mais uma vez louva os responsáveis pelo ato terr* na cidade de São Paulo, depois da Deputada Monica do PSOL, agora o jornal Brasil de Fato também afirma que já sabem quem são os responsáveis: ‘Revolução Periférica’”.

Gil Diniz questionou: “Por que, exatamente hoje, não havia a viatura da guarda municipal no monumento ao Bandeirante Borba Gato aqui na cidade de São Paulo? Pode me responder, Ricardo Nunes? E você, governador João Doria? Não vai se posicionar? Cultura pra vocês é acabar com monumentos e investir em linguagem neutra?”.

O deputado relatou: “Estou indo no 11º Distrito Policial de Santo Amaro, levar as novas informações que apareceram sobre o ataque te* à autoridade policial. Já foi identificado e apreendido o caminhão e nesse momento está sendo conduzido ao DP! Esses bandidos não ficarão impunes!”.

Mostrando uma imagem de um caminhão apreendido, Gil Diniz disse: “Não vamos descansar até que cada terr* seja responsabilizado pelos seus crimes contra o patrimônio público paulista! Hoje queimam monumentos, amanhã queimarão o quê? Bandidos, canalhas!”. 

O deputado federal José Medeiros compartilhou imagem da estátua queimando e lembrou que o deputado Daniel Silveira segue preso. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...