quarta-feira, 14 de julho de 2021

Flávio Bolsonaro parte para o confronto com Renan Calheiros frente a frente na CPI e cita ‘bunker’


Por ocasião do depoimento de Emanuela Medrades, diretora técnica da Precisa Medicamentos, à CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”, o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, confrontou Renan Calheiros, relator da Comissão Parlamentar de Inquérito, frente a frente. Além de mencionar um suposto “operador” de Renan Calheiros, Flávio assestou graves abusos de autoridade, atos de perseguição, violações à Constituição e fez questionamentos a Renan Calheiros.

Flávio Bolsonaro disse: “Agora, o presidente Jair Bolsonaro é acusado de ser irresponsável. É uma esquizofrenia difícil de compreender, senador Marcos Rogério. Infelizmente, alguns nesta CPI querem antecipar 2022. Fazem perseguição, abuso de autoridade. O próprio senador Renan Calheiros, nos corredores do Senado, todos já sabem: utiliza-se da condição de relator da CPI para fazer perseguição pessoal”.

O senador prosseguiu colocando Renan Calheiros contra a parede: “Em especial comigo. Já é de conhecimento público que Renan Calheiros, o senhor tem um bunker na sua casa com um esquema das pessoas que têm alguma proximidade comigo para ver se acha algo, quebra o sigilo dessas pessoas que nunca sentaram aqui nessa CPI. Tem uma entrevista em que o senhor fala que sou investigado nessa CPI. Fale aqui, eu sou investigado? O senhor pediu a quebra de meu sigilo?”.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...