segunda-feira, 26 de julho de 2021

Roberto Jefferson desafia Lula, expõe fracasso de plano da CPI, questiona Barroso, do STF, e alfineta Gilmar Mendes


O presidente do PTB, Roberto Jefferson, pronunciou-se, por meio das redes sociais, a respeito de pesquisas eleitorais relacionadas a 2022, confrontou e lançou desafios ao ex-presidente Lula, alfinetou Rodrigo Maia, fez questionamentos quanto a Joice Hasselmann, abordou articulações de uma suposta “terceira via” contra o presidente Jair Bolsonaro, expôs o fracasso de invectivas da CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”, satirizou as declarações dos irmãos Miranda, alfinetou Gilmar Mendes, do STF, e fez questionamentos a Barroso, presidente do TSE e ministro do STF.

O político asseverou: “A escolha entre Bolsonaro e Lula é fácil, mas os mamadores de dinheiro público que estão com o bico seco vão fazer de tudo para que a população acredite que o presidiário está ganhando até no primeiro turno. Temos que combater essas mentiras. Lula disse que gosta de dar entrevista de pé para mostrar que está com muita saúde e disposição”.  

Neste contexto, Roberto Jefferson desafiou: 

“Então aproveita essa disposição e vai ali em uma praça pública falar com o povo. Vai numa rodoviária, em uma feira livre, no calçadão da praia. Bora, Lula. Mostra sua disposição. Com o PT no poder, a máquina pública federal foi aparelhada e chegou a ter 333 mil funcionários públicos, um recorde. Com Bolsonaro na Presidência, até a Folha de S.Paulo teve que reconhecer a forte redução da máquina, que agora tem 208 mil servidores. E querem Lula de volta? ‘Lula não consegue comprar uma pinga sem ser vaiado’, disse o nosso Presidente Bolsonaro. Não existe uma foto sequer de Lula indo a uma padaria, uma praça, ou mesmo comendo um cachorro-quente na esquina. Como quer ser presidente um sujeito que sequer tem coragem de sair na rua?"

Lula, em entrevista, defendeu o “impeachment ou interdição” de Bolsonaro. Já eu defendo a volta de Lula para a prisão por ter comandado o maior esquema de corrupção da história.

O jornal espanhol El Pais disse que o Presidente Bolsonaro promove "um assalto à democracia", acusando o governo de querer dar um golpe etc.O mesmo jornal, de viés esquerdista, passou anos dando pouco destaque ao assalto aos cofres públicos promovido por Lula, Dilma e o PT.

Foi bonita a bicicleata no domingo em Recife, em defesa do presidente Bolsonaro e da contagem pública dos votos. Muita gente participando de forma espontânea. E podem esperar: motociatas e bicicleatas irão aumentar de volume nos próximos meses.

Já os defensores de Lula, cadê?

Com o PT no poder, o BNDES financiou obras bilionárias em Cuba e Venezuela, gerando propina em cascata para o partido, políticos e empresários amigos da esquerda. Isso acabou com Bolsonaro na presidência. Não acredito que os brasileiros irão querer isso de volta.

Ora ora. A gravação dos irmãos Miranda não existia. O celular com as conversas de pressões para compra de vacinas já não existe mais. O pedido de propina não foi gravado. A corrupção não foi paga. 

Que maravilha esse ‘escândalo’ de corrupção. Já o de Lula foi todo documentado.

Imprensa afirma que Lula vai adiar a sua visita a cinco estados do Nordeste, programada para o final do mês de julho”.

Ademais, Roberto Jefferson complementou: 

“Não tem coragem sequer de ir na padaria da esquina, que dirá fazer viagens a cinco estados, mesmo que no Nordeste.
É esse cag** que dizem ser o líder para 2022?
A imprensa esquerdinha está dizendo que o tal projeto do semi-presidencialismo é um "golpe" contra Lula. 
Por que contra Lula? Por acaso ele já está eleito? Por enquanto é um golpe contra o presidente Bolsonaro, isso sim.
O Ministro Fábio Faria precisa contratar uma Agência de Checagem para checar as notícias veiculadas na imprensa, pois o governo desmentiria na hora as FAKE NEWS dos jornais, rádios e tvs. Vamos para cima.
Caio Coppolla afirma que a pesquisa Datafolha é “irreal” e teria como objetivo manipular a opinião pública em favor de Lula. Na opinião de Coppolla, a pesquisa serviria para influenciar pessoas a acreditarem que Lula tem uma ampla vantagem sobre Bolsonaro”.

No ensejo, o presidente de partido prosseguiu: 

“Mandetta, Doria, Rodrigo Pacheco, Rodrigo Maia, Eduardo Leite, Tasso Jereissati, Datena, Simone Tebet... Os isentões da terceira via parecem cada vez mais desesperados.
Por onde anda Marcelo Odebrecht, aquele que revelou todo o esquema de corrupção movimentado no "departamento de propina" da construtora, para abastecer o caixa do PT e a conta corrente de Lula? Por que a imprensa não se interessa mais por este assunto?
O Globo pede a Lula que faça gesto de grandeza e troque candidatura por uma de vice-presidente, por exemplo, de Tasso Jereissati. “Pense no Brasil, não no PT", pede O Globo. 
Esperar gesto de grandeza de Lula? Jamais. Ele vive em função da conquista do poder e da chave do cofre.
Por onde anda o Palocci?  Por que a imprensa se esforça tanto para ignorar as revelações que ele fez e que mostram o tamanho do roubo de dinheiro público comandado por Lula durante muitos anos?
Matéria de capa da Folha de S.Paulo: "Máquina federal tem enxugamento inédito de servidores". 
Perguntem se tem algum elogio ao governo Bolsonaro, o responsável pelo "enxugamento inédito" que está reduzindo despesas na máquina pública?”.

Dessa maneira, o presidente do PTB abordou as conquistas do Governo Bolsonaro que causam “pânico” na esquerda: 

“Cesar Maia disse que pretende se candidatar ao governo do Rio de Janeiro. 
E o filho [Rodrigo Maia], vai ser o candidato a vice na chapa do Lula?
Joice diz que tem certeza de que foi agredida e que suspeita de duas pessoas, uma delas um deputado federal. 
Não demora e ela vai dizer que foi o Presidente que mandou baterem nela. Vão vendo”.

Nesta tessitura, Roberto Jefferson ratificou o apoio de seu partido ao voto impresso auditável e conclamou os cidadãos a contribuírem para esta luta: 

“O PTB está com o Presidente Bolsonaro na luta pela implantação do voto impresso e da contagem pública dos votos. Não vamos arredar pé desta luta. 
Presidente Bolsonaro divulga resultados do primeiro semestre:
51 obras entregues
29 ativos leiloados
927km de rodovias
170km de nova ferrovia
R$ 18,89 bilhões em investimento privado contratado. 
E isso tudo com a esquerda e a imprensa sabotando o País. Força, Presidente!!
Brasil registrou o maior semestre em arrecadação federal em toda a série histórica de 25 anos. Foram R$ 881 bilhões, ou alta de 24,49% comparado a 2020. 
A economia está bombando como há muito tempo não acontecia. E a esquerda, óbvio, quer sabotar o crescimento do Brasil.
FRASE DO DIA:
"Mais de 60 dias de CPI e a única coisa que descobriram é que o presidente é motoqueiro". (autor anônimo)
Esses irmãos Miranda fizeram todo mundo de trouxa, hein? Vai ver por isso a imprensa esquerdinha já não fala mais dos dois com a mesma alegria que antes.
Randolfe Rodrigues na CPI todo dia mostrava uma placa dizendo que o Presidente Bolsonaro estava a não sei quantos dias sem desmentir os irmãos Miranda. 
Os irmãos Miranda estão se desmentindo a si próprios. E o deputado vai ter que responder sobre as mentiras no Conselho de Ética”.

O ex-deputado federal também alfinetou Gilmar Mendes, ministro do STF, ao criticar a soltura de suspeito de envolvimento na tentativa de destruição da estátua de Borba Gato: 

“Quando eu li que a Justiça já tinha soltado o criminoso envolvido no incêndio da estátua de Borba Gato, pensei logo no Gilmar Mendes, mas nem foi ele, e sim uma juíza de São Paulo. Gilmar desgraçadamente está fazendo escola Brasil afora.
Será que vai aparecer algum jornalista esquerdinha dizendo que o incêndio na estátua do Borba Gato foi um ‘vandal* pacífico’?
A imprensa e sua eterna perseguição aos policiais e agentes de segurança. Pra ficar completo só falta gritarem ‘eu quero o fim da Polícia Militar’, como fazem os movimentos e partidos de esquerda”.

Ademais, ele alertou para Marcelo Ramos, vice-presidente da Câmara que recentemente entrou em conflito com o presidente Jair Bolsonaro: 

“A geração que cresceu com o PT no poder ainda tem salvação. Basta reelegermos Bolsonaro.
Esse Marcelo Ramos parece que foi picado pela mosca azul. Ele quer o impeachment do presidente Bolsonaro e depois não se espantem se lutar também para derrubar Arthur Lira e se tornar o segundo na linha de sucessão da presidência. Mourão seria o alvo seguinte”.

Barroso afirma que as urnas com impressão dos votos teriam um custo de R$ 2,5 bilhões aos cofres públicos ao longo de dez anos.
A Justiça Eleitoral custa R$ 7,5 bilhões por ano ao contribuinte. Ou seja: R$ 75 bilhões em 10 anos. O voto impresso é uma pechincha perto disso.
Os partidos que se uniram para derrubar o voto impresso na Câmara estão entre os que mais receberão recursos do fundão eleitoral anabolizado. 
Mera coincidência?”.

Outrossim, Jefferson advertiu para o apoio da esquerda brasileira a sistemas totalitários, como os de Cuba e Venezuela: 
“Em São Paulo, foram fechados 50 mil bares e restaurantes, de 200 mil registrados. Em Belo Horizonte foram fechados 3,5 mil estabelecimentos de 12 mil. Em Pernambuco foram fechados 7 mil. Em todo o Brasil estima-se que 335 mil fecharam as portas. 
Nenhum por ação do Presidente. Em Cuba, o jornalista Luiz Escobar está sob patrulha 24 horas por dia. Agentes da repressão montaram guarda desde o dia 11 em frente ao seu prédio para impedir que ele saia às ruas e tire fotos ou filme protestos da população.
E tudo com aplauso do PT e da esquerda brasileira”.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...