terça-feira, 6 de julho de 2021

Senador Marcos Rogério desmonta manipulações de Renan frente a frente e confronta tumulto do ‘G7’: ‘Colocando palavras na boca’


No transcurso do depoimento de Regina Célia Oliveira, fiscal do contrato para compra da Covaxin, na CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”, o senador Marcos Rogério entrou em um confronto com membros da oposição ao presidente Jair Bolsonaro ao apontar como Renan Calheiros estaria distorcendo situações e tentando manipular a testemunha.

Marcos Rogério asseverou: “O que está havendo aqui: não sei se é uma confusão em razão dos dados que se tem ou a tentativa de, de repente, distorcer. A fiscal do contrato, em nenhum momento autorizou o pagamento de 4 milhões de doses e a entrega de 3. A questão é de permitir a entrega de 3 milhões de doses e o pagamento de 3 milhões de doses. Qual é o prejuízo para o país? Com as empresas que deixaram de entregar por não haver produção suficiente, ocorreu a mesma coisa, não houve alteração”

Neste contexto, Marcos Rogério foi interrompido por Renan Calheiros, Randolfe Rodrigues, Omar Aziz e Eliziane Gama. Aos gritos, Renan Calheiros reclamou que estava sendo interrompido. Marcos Rogério retrucou: “O relator [Renan Calheiros] fez uma declaração há pouco que é outra distorção”. 

O parlamentar foi novamente interrompido por gritos de membros do G7. Após Renan Calheiros voltar a inquirir Regina e insinuar irregularidades da mesma, Marcos Rogério voltou a retrucar o relator: “Ele está tentando colocar palavras na boca da depoente, o que não é correto”. O advogado de Regina, por seu turno, assestou: “Está sendo feita a pergunta e, ao mesmo tempo, está sendo dada a resposta”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...