sexta-feira, 16 de julho de 2021

Senador Marcos Rogério escancara ‘esgoto’ petista e alerta para ‘canto da sereia’ - CPI


Em pronunciamento no Senado Federal, o senador Marcos Rogério pronunciou-se a respeito das contundentes oposições enfrentadas pelo presidente Jair Bolsonaro, aventou o “esgoto” de corrupção emanado pelas gestões petistas, refletiu acerca das intensas transformações empreendidas pelo chefe de Estado na gestão pública e satirizou narrativas e distorções proferidas pelo comando da CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”.

O parlamentar relatou: “Pais querem ver um país onde seus filhos possam crescer espelhados em exemplos de honestidade, inclusive dos homens públicos, dos dirigentes dos negócios do governo, das prefeituras ao Palácio do Planalto. Em tempos recentes, adolescentes e jovens assistiam, diariamente, imagens vindo dos esgotos da corrupção que foram construídos nos subterrâneos de ministérios e estatais, como a Petrobras”

Neste contexto, o congressista rememorou as destruições causadas pela gestão petista: “Nenhum ser humano vive para um fim de caos. Para as pessoas de bem, milhões de pessoas, o que se viu foi a destruição de sonhos. Talvez o maior símbolo desse processo corrosivo seja o assalto à Petrobras (...). Temos um presidente com um estilo diferente do que costumamos ver como construído pelo marketing político. Aliás, um presidente que não se encaixa em um modelo de propaganda pré-determinado. Ele tem seu próprio jeito, sua própria linguagem, foi eleito justamente por isso. O Brasil deixou de se iludir com as embalagens que escondiam mentira e corrupção, preferiu apostar na transparência, valorizando mais o conteúdo. Por isso, elegeu o menos cotado pela elite dominante: o presidente Jair Bolsonaro”.

Ademais, Marcos Rogério sintetizou: “Uma coisa é absolutamente certa: nosso país experimentou uma mudança tão extraordinária no poder central da República que, em dois anos e meio de governo, não há um escândalo sequer de corrupção. O que os opositores chamam de o maior escândalo de corrupção envolve um contrato em que não foi pago um centavo. A oposição anda em círculo, vendo que suas expectativas se frustram a cada dia (...). Que não sejamos seduzidos pelo canto da sereia”.

Outrossim, o parlamentar disparou críticas contra a Comissão Parlamentar de Inquérito: 

“Vai vendo Brasil! Quem está dando validade, palco a trambiqueiro e vendedor de ilusão é a CPI da pandemia, não o Ministério da Saúde. Aliás, o sistema de controle do governo está funcionando e bem, pois impediu o avanço de uma proposta que ofertava o que não podia entregar! 

As narrativas que envolvem a compra de vacinas contra a Covid são muitas, mas nenhuma se sustenta. Fato é que a vacina está chegando aos brasileiros e quem está garantindo essa imunização é o Governo Federal. Se estivéssemos esperando os estados, a população estaria até agora sem vacina!

Quase três meses de trabalho e a única coisa que temos de concreto na CPI da Pandemia são as narrativas. A oposição trabalha com teses e até o momento não investigou de verdade! Me pergunto até quando ficaremos rodando em círculos, sem buscar a verdade sobre o que aconteceu com o dinheiro enviado aos estados para o enfrentamento à Covid-19.

As declarações de Cristiano Carvalho são incoerentes, inconsistentes e infundadas. Tentaram forçar um acordo com o Ministério da Saúde para a compra de vacinas e, quando não contemplados, correm para a vingança contra o governo, atribuindo um falso crime que nunca ocorreu!

Quando algum depoente fala o que a oposição quer ouvir, o G7 diz que são fatos importantes. E quando volta atrás e muda a versão a oposição diz que se confundiu e que está cansado. Já se fosse um depoente contradizendo as narrativas a história seria outra! Vai vendo Brasil! Essa é a CPI da covardia! Ouvimos hoje um golpista que mentiu do início ao fim durante depoimento na CPI da Pandemia. A começar pelo auxilio emergencial, tentando incriminar um terceiro pelas suas ações. Um homem que admitiu crime de estelionato é o nome da oposição para incriminar o presidente Bolsonaro! O Brasil está vendo esse circo de horrores! 

Está pautado para hoje na CPI da Pandemia a votação de um requerimento para convocar o senhor Alexandre Ramagem Rodrigues, Diretor-Geral da ABIN – Agência Brasileira de Inteligência. 

Mas indago aqui, com qual finalidade? Qual o foco dessa oitiva? É preciso que a CPI se volte para investigar aquilo que realmente interessa ao Brasil, e que está relacionado a pandemia e não desviar o foco para convocações desnecessárias, ilegais e abusivas.

Para a oposição, um contrato sem nenhum real pago é considerado crime. Um dos maiores escândalos de corrupção, diz o G7. Enquanto isso, o mesmo G7 fecha os olhos e se omite sobre a roubalheira que ocorre nos estados, inclusive no consórcio Nordeste. 

É hipocrisia ou conveniência? 

De forma sucinta, Emanuela Medrades derruba, uma a uma, as narrativas da oposição e do relator Renan Calheiros sobre o fantasioso escândalo de corrupção sem nenhum real pago!  

Nunca houve vacina ofertada a US$ 10.A invoice que os irmãos Miranda alegam terem apresentado ao presidente Bolsonaro no dia 18 de março só foi criada no dia posterior e enviada ao Ministério da Saúde no dia 22 de março. Não houve resistência quanto a manutenção do pagamento antecipado. Essas são algumas das colocações da depoente que contraria as teses da oposição.

Mais uma vez, diante dos fatos a narrativa não se sustenta! A verdade sempre prevalece!”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...