terça-feira, 13 de julho de 2021

Senador Marcos Rogério escancara 'inutilidade' da CPI e má-fé de Omar e Renan - Coletiva


O senador Marcos Rogério concedeu uma entrevista coletiva após a suspensão da sessão da CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”. A sessão foi suspensa após a depoente decidir exercer seu direito constitucional ao silêncio, e o presidente da comissão, Omar Aziz, questionar o STF sobre o alcance do habeas corpus concedido à depoente. 

Marcos Rogério afirmou que a CPI não vem demonstrando qualquer produtividade. O senador disse: “Não consegue enxergar a evidência, a prova, que é o que vai dar lastro, base, sustentação ao relatório. A CPI não tem conseguido isso até agora. Todo o esforço dos que comandam a CPI é de construir uma narrativa que desgaste o governo, que sang* o governo com finalidade eleitoral. Isso vai em prejuízo à CPI. O que se deve fazer em uma CPI é buscar os fatos, as provas, as evidências e, aí, sim, você apresenta um juízo de valor, um relatório final, que pode recomendar mudanças na legislação, abertura de ação penal, ação civil pública. No caso de crime de responsabilidade, encaminha à Câmara para abertura de processo de impeachment”.

O senador apontou que o viés demonstrado pelo comando da CPI torna a comissão inútil. Marcos Rogério disse: “Neste caso, a investigação fica circulando em torno do Governo Bolsonaro. Meu desejo é que a investigação foque no caminho do dinheiro. O que foi feito com os bilhões de reais encaminhados para estados e municípios? O que aconteceu nos estados que tiveram operações da Polícia Federal apontando para desvios, para corrupção? Se a CPI não fizer uma investigação apontando para esses aspectos, para nada vai servir”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...