terça-feira, 13 de julho de 2021

Senador Marcos Rogério retruca após Renan Calheiros atacar Forças Armadas e General Braga Netto: ‘Parcial, ataca e julga sem provas’


O senador Marcos Rogério pronunciou-se, por meio das redes sociais, após o senador Renan Calheiros, relator da CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”, proferir ataques veementes contra o presidente Jair Bolsonaro e o General Braga Netto, ministro da Defesa e ex-ministro-chefe da Casa Civil no Governo Bolsonaro.  

Renan Calheiros atacou: “O presidente Jair Bolsonaro fez a substituição dos Comandantes das Forças Armadas e do Ministro da Defesa contra o não-aparelhamento que os ministros anteriores não possibilitaram. A partir dessas nomeações, houve aparelhamento, isso é incompatível com o Estado de Direito e a democracia. Foi longa a luta para criarmos o Ministério da Defesa, com a ida de civis. A ida de Braga Netto para o Ministério da Defesa já é um enorme retrocesso”.

Em reação, Marcos Rogério pontuou: “Mais uma vez, a CPI da Pandemia se volta contra as Forças Armadas. Agora, vimos o relator, Renan Calheiros fazendo uma grave acusação! É cada vez mais nítido que temos um relator parcial, que ataca e julga sem provas”.

Ademais, o parlamentar ressaltou: “Quando falamos em CPI, esperamos uma Comissão que apure fatos, cheque provas e ao final produza um relatório que traga luz aos fatos. Mas, infelizmente, não é esse o cenário da CPI da Covid. O relator já tem uma sentença pronta que busca culpar a qualquer custo o Governo Bolsonaro. A CPI trata a depoente como investigada quando quebra seu sigilo. Mas, para forçar declarações, muda o tratamento para testemunha, para obrigá-la a colaborar. Não há outra forma de chamar isso, senão coação. Apesar da conduta da CPI, esperamos que a depoente colabore!”.

Nesta toada, o senador complementou: “Querem grudar no presidente Bolsonaro a pecha de antidemocrata, quando na verdade ele só está se expressando como de costume. Bolsonaro é um homem autêntico, que fala o que pensa, mas respeita as instituições e a Constituição Federal. Bolsonaro sempre foi um homem autêntico, que fala o que pensa. O seu maior problema são as falas retiradas de contexto. Em nenhum momento houve qualquer tipo de ameaça à democracia”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...