terça-feira, 17 de agosto de 2021

Bolsonaro se pronuncia sobre censura e bloqueio de monetização da Folha Política e de outros canais de direita: 'Fora das quatros linhas'


O presidente Jair Bolsonaro transmitiu ao vivo uma entrevista a uma rádio de Mato Grosso nesta manhã, quando comentou a decisão do TSE que mandou censurar canais de direita do Youtube, obrigando as redes sociais a bloquear a monetização dos canais e a diminuir seu alcance. 

O presidente apontou que o motivo alegado pelo TSE é que as páginas espalhariam “desinformação”, e lembrou que é direito de todos questionar o mundo e as declarações “oficiais” do TSE.O presidente lembrou que apresentou dois laudos da Polícia Federal sobre a auditabilidade das urnas e um relatório da PF com respostas do próprio TSE admitindo que um hacker invadiu seus sistemas. 

O presidente afirmou que, nesta semana, pedirá o impeachment dos ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, e que, a partir de então, a responsabilidade ficará nas mãos do Senado Federal. Já há dezenas de pedidos de impeachment de ministros nas gavetas do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. 

Bolsonaro disse que não irá cooptar senadores. O presidente disse que não fará como o ministro Luís Roberto Barroso, que foi para dentro do parlamento. Bolsonaro apontou: “nós queremos equilíbrio. Nenhum poder é maior que o outro”. 

O presidente afirmou que agirá dentro da lei e acrescentou: “nós continuamos dentro das quatro linhas da Constituição. O lado de lá já saiu das quatro linhas. Espero que o outro lado volte à normalidade, ninguém quer uma ruptura”. O presidente adicionou: “Alexandre de Moraes, o senhor Salomão do TSE, estão fora das quatro linhas”. 

Bolsonaro lembrou que o povo estará nas ruas no dia 7 de setembro e acrescentou: “o povo vai nos dizer o que devemos fazer”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...