sexta-feira, 13 de agosto de 2021

Senador Eduardo Girão faz duro alerta após prisão de Roberto Jefferson: ‘Passou da hora de o Senado agir’


O senador Eduardo Girão, pelas redes sociais, lembrou a responsabilidade do Senado Federal no controle de atos de ministros do Supremo Tribunal Federal, horas depois do ministro Alexandre de Moraes ordenar a prisão do presidente do Partido Trabalhista Brasileiro, Roberto Jefferson. 

Girão disse: 

Na sessão plenária do Senado, no dia 10 de agosto, falei sobre as interferências abusivas entre os Poderes que acompanhamos nos últimos dias. O Senado é a única instituição que pode fazer algo efetivo contra a escalada autoritária cada vez mais evidente no Brasil, especialmente vinda do Poder Judiciário. Estão parados na Casa vários pedidos de impeachment de ministros do STF , assim como a CPI da Lava Toga e propostas que limitam o mandato de quem chega a ocupar um lugar na Corte Suprema, que reconheço ser uma instituição essencial para a nossa democracia. Passou da hora de o Senado agir sob pena de ser conivente com uma crise institucional insustentável . Se não houver agilidade nas legítimas reações com base no respeito e de forma pacífica, o Brasil prosseguirá assistindo atônito, por exemplo, a instauração de inquéritos inconstitucionais, nos quais um mesmo ator político é vítima, investigador e juiz. A democracia prevê remédio para esses excessos e eles devem ser aplicados a partir da Casa revisora da República, que tem prerrogativa constitucional para fazer isso.  Infelizmente penso que  o chamado, “poder moderador” , que deveria ser o STF, parece ter desvirtuado deste fim.

Veja o vídeo publicado pelo senador Eduardo Girão.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...