quinta-feira, 19 de agosto de 2021

Senadores Girão e Marcos Rogério reagem a ‘covarde intimidação’ da CPI e apontam perseguição política frente a frente


Em pronunciamento na CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”, os senadores Eduardo Girão e Marcos Rogério reagiram às arbitrariedades do comando da CPI, que levou a votação um bloco de requerimentos de quebras de sigilos com base em alegações vagas e sem indicação de qualquer ilícito. 

O senador Eduardo Girão argumentou: “Um pensamento de Evelyn Beatrice, biógrafa do grande filósofo iluminista Voltaire: ‘Posso discordar de tudo que você diz, mas defenderei até o morte o seu direito de dizer o que pensa’. A liberdade de expressão é direito fundamental garantido pela Constituição de 1988, principalmente pelo artigo quinto. O inciso quarto é o mais amplo e trata da livre manifestação de pensamento. O inciso nono trata da liberdade de expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação.  O que essa CPI está fazendo com os movimentos conservadores é um ate* sem precedentes à liberdade de expressão, uma covarde intimidação, uma verdadeira censura pelo fato de esses meios propagarem ideias tradicionais e conservadoras”.

Nesta toada, o parlamentar complementou: “(...) Há medidas radicais, invasivas, muitas vezes, sem qualquer argumentação que a fundamente (...). Nós já estamos vendo uma verdadeira caçada de tribunais superiores...ontem, o TSE desmonetizou sites, blogs, que simplesmente fazem um contraponto, têm ideias divergentes de narrativas que temos visto no Brasil (...). Faço este apelo em nome da democracia”.

O senador Marcos Rogério, por seu turno, subscreveu os fundamentos do senador Eduardo Girão, acrescentando: “Estamos diante de uma situação que caracteriza perseguição política de movimentos conservadores e democráticos. Isso viola a Lei do Abuso de Autoridade, a livre manifestação do pensamento, que é constitucional e cláusula pétrea prevista na Constituição Federal (...). Estão respeitando, realmente, as regras? Estão ultrapassando todos os limites possíveis”. Ademais, Marcos Rogério confrontou Renan Calheiros com informações de uma matéria da velha imprensa, ressaltando o desrespeito à privacidade com o vazamento de documentos sigilosos.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...