domingo, 19 de setembro de 2021

Bolsonaro transmite cargo para o General Mourão e decola para discursar na ONU


O presidente Jair Bolsonaro embarcou, nesta manhã, para Nova York, onde fará o discurso de abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas. Antes da partida, Bolsonaro transmitiu o cargo ao vice-presidente, general Hamilton Mourão. Bolsonaro disse que, em seu discurso, apresentará verdades sobre o Brasil e sua importância para o mundo. 

Recentemente, o chefe de Estado participou da 13ª Reunião de Cúpula do Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul. O ano de 2021 marca os 15 anos do bloco e os 10 anos de trajetória comercial. 

Na fala inicial de sua participação na reunião virtual do Brics, o Presidente Jair Bolsonaro destacou as relações do Brasil com cada um dos países integrantes do bloco. Em relação à Índia, o Presidente Jair Bolsonaro disse que a parceria estratégica entre os dois países vive um excelente momento e que vários instrumentos assinados durante a viagem do presidente brasileiro ao país, em janeiro de 2020, estão rendendo frutos. “Nossa cooperação tem avançado, em especial nas áreas de ciência e tecnologia, energia e saúde, sobretudo no combate a pandemia de Covid-19. O comércio bilateral tem crescido em mais um sinal da retomada das nossas economias e do potencial de nossas relações”, disse o Presidente Jair Bolsonaro.

Ademais, o mandatário lembrou que se reuniu pessoalmente pela última vez com o presidente da China, Xi Jinping, em 2019, em Brasília, por ocasião da reunião do bloco durante a presidência brasileira, e os dois mandatários discutiram temas da parceria estratégica, bem como o bom estágio das relações bilaterais entre Brasil e China em diversas vertentes. “Mais especialmente no âmbito comercial e de investimentos. Essa parceria tem se mostrado essencial para a gestão adequada da pandemia no Brasil tendo em vista que parcela expressiva das vacinas oferecidas à população brasileira é produzida com insumos originários da China”, disse.

Outrossim, o chefe de Estado citou que o Brasil mantém parceria estratégica com a África do Sul há mais de uma década. “Juntos, temos contribuído para desenvolver dinâmica própria de coordenação em favor do fortalecimento do Brics. Nossos laços humanos e nossas similaridades tornam o diálogo fluído e natural em temas como defesa, ciência e tecnologia, meio ambiente, comércio e investimentos, entre outros. O que se reflete em nossos entendimentos no Brics”, afirmou.

Com a Rússia, o líder brasileiro citou as relações bilaterais e parceria estratégica e afirmou que os dois países mantêm também excelentes relações políticas. Bolsonaro disse ainda que Brasil e Rússia têm importante cooperação em ciência e tecnologia e afirmou que o Brasil tem interesse em ampliar o leque de produtos exportados, que atualmente estão concentrados no agronegócio. “Temos interesse em diversificar nossa pauta exportadora de forma condizente com o desenvolvimento de ambas economias e para o benefício de nossos povos”, detalhou.

Com informações de Governo do Brasil


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...