sábado, 18 de setembro de 2021

Deputado reage após Senado não sabatinar indicado por Bolsonaro para o STF e critica membros da Suprema Corte


Em pronunciamento na Câmara dos Deputados, o deputado federal Bibo Nunes fez uma análise impactante ao comentar como o Senado Federal, além de se omitir diante de arbitrariedades do STF, estaria depreciando o Governo Bolsonaro e desrespeitando a liturgia do cargo ao não sabatinar o indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal, André Mendonça.

Bibo assestou: “O Senado está passando um atestado de imaturo, insensível e irresponsável ao não aprovar o nome de André Mendonça [indicado por Bolsonaro para o STF] (...). Sequer sabatinaram. O Senado, hoje, tem credibilidade negativa perante a população brasileira. O presidente do Senado é pré-candidato à Presidência da República e tenta impedir que ande normalmente o Governo Bolsonaro”.

Outrossim, o parlamentar fez severas críticas a ministros da Suprema Corte: “Argumentam que Mendonça é evangélico, ele disse que se submete, que é submisso a Deus. O STF, onde os ministros não pensam, mas têm certeza que são deuses, não aceitam que um colega seja submisso a um Deus. O STF é uma fogueira de vaidades, uma disputa para ver quem mais aparece na mídia, deixando de lado sua isenção, seu respeito para com a população”.

Dessa maneira, o congressista pontuou: “Não sabatinaram, está desde julho. É um desrespeito à liturgia do cargo. Para estar no Senado, é preciso respeitar a norma, os poderes. O que estão fazendo desqualifica a atuação da maioria”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...