terça-feira, 28 de setembro de 2021

Senador Collor surpreende em pronunciamento sobre Bolsonaro em Alagoas: ‘Enfrenta os poderosos, estejam onde estiverem’


Em pronunciamento por ocasião de cerimônia do Governo Federal realizada em Alagoas, o senador Fernando Collor realizou uma defesa enfática do presidente Jair Bolsonaro, apontou o que entende como mentiras de opositores e difamadores e ressaltou a intrepidez do chefe de Estado no enfrentamento de poderosos. 

Conforme o senador, Bolsonaro não se furta ao combate, desde que seja no interesse do povo brasileiro. Collor declarou: “Presidente Jair Bolsonaro, o senhor tem o que mostrar na comemoração dos seus 1000 dias. Temos que comemorar, sim, a sua determinação, a sua coragem, o seu enfrentamento, a sua determinação de solucionar problemas, de enfrentar os poderosos. Enfrentar os poderosos, onde quer que eles estejam. Desde que, para enfrentá-los, o senhor esteja defendendo, como está, o interesse da maioria da população brasileira”.

Nesta toada, Collor detalhou os problemas enfrentados pelo presidente: “Mil dias se passaram e vossa excelência não imaginava que iria encontrar tantas dificuldades, dificuldades inéditas. Uma pandemia como há 100 anos não se via. É fato que é mundial, daí o seu nome, mas ninguém poderia imaginar uma pandemia de tamanha gravidade e alcance. Vossa excelência também está tendo de enfrentar uma seca como há 1000 anos não ocorria no Brasil”

Neste contexto, o senador qualificou como mentiras o que se dissemina contra Bolsonaro no que concerne ao combate à pandemia: “Tudo isso em um momento em que o Brasil dava sinais, com as medidas que o senhor adotou como presidente, para que se retomasse a economia. Em relação à pandemia, o Brasil é hoje, a despeito de tudo que se ouve falar, tudo que se ouve dizer, das mentiras propaladas, o Brasil é o segundo país no mundo que mais vacinou o seu povo e a sua gente”.

Dessa forma, o congressista fez uma leitura do panorama internacional: “Fala-se, ainda, de problemas em relação ao gás. Problema igual, ou até maior, em função de sua economia, está sofrendo a Alemanha. A Alemanha, a maior economia da Europa. Fala-se da questão do custo da energia e a Espanha está sofrendo com esse problema de seca há mais tempo que nós e também aumentando o preço de sua energia. É essa a lei que determina para equilibrarmos as contas. A questão do combustível: hoje, na Inglaterra, existem caminhões de combate para poder orientar os consumidores. Muitos querem construir a narrativa de que a culpa é do presidente Jair Bolsonaro porque não choveu, há uma seca como há 91 anos não se viu, e porque tem uma pandemia que há 100 anos ninguém do mundo enfrentava. Bolsonaro vem enfrentando os problemas com destemor, com coragem, com a certeza de servir ao seu povo”.

A renda deste vídeo e de todos os outros da Folha Política está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, do TSE, com o apoio e o louvor do ministro do STF, Luís Roberto Barroso, presidente do TSE. A decisão do ministro Salomão manda confiscar a totalidade da renda de vários sites e canais conservadores, para sufocar as empresas, retirando seus meios de sobrevivência, e assim, calar as vozes com as quais não concorda. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar o jornal a sobreviver, doe qualquer quantia pelo PIX, através do QR Code que está visível na tela, ou através do código ajude@folhapolitica.org. Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando fatos da política brasileira, cobrindo eventos dos três poderes e dando voz a pessoas que o cartel midiático do país não quer mostrar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...