terça-feira, 26 de outubro de 2021

Bolsonaro alerta para prisões por opinião e julgamento de cassação da chapa no TSE: ‘a que ponto chegou o ser humano’


Durante a celebração dos 106 anos da Assembleia de Deus em Boa Vista, Roraima, o presidente Jair Bolsonaro fez um discurso com um testemunho sobre o seu governo e a situação política atual. Em meio ao discurso, o presidente afirmou que conhece a situação do povo brasileiro e seu sofrimento, e lembrou a importância de lutar pela liberdade. 

Bolsonaro disse: “Temos um bem maior que a nossa própria vida. Todos nós, um dia, partiremos. Mas não existe vida sem liberdade. Olha o que vem acontecendo no Brasil: pessoas que têm perdido sua liberdade por opinião. Hoje falamos, “não é comigo”. É com todos nós. Vai chegar o momento. Algo vai acontecer”.

O presidente mencionou o julgamento da cassação de sua chapa com base em reportagem da velha imprensa, que está ocorrendo no TSE, e disse: “Hoje, por volta das 18, começa um julgamento em Brasília, da cassação da chapa Bolsonaro-Mourão. Vocês sabem qual é a acusação? A acusação é “fake news”. Eu menti durante a campanha. Se eu tivesse que mentir contra o deputado do PT, eu teria que falar que o candidato do PT defende a família - estaria mentindo; que o candidato do PT é contra o aborto - estaria mentindo; que o candidato do PT é contra a liberação das drogas - eu estaria mentindo”.

Bolsonaro lamentou: “A que ponto chegou o ser humano. Quando chega no local, o rei parece que vai morar na barriga dele, e ele não deve satisfação a ninguém. Quanto a isso, eu tenho dito: só Deus me tira daquela cadeira. E por que eu digo isso? Porque Ele é o dono da minha vida. E mais: estou aqui para cumprir uma missão. Nada tinha para me eleger, pensando nas armas dos políticos tradicionais. Tinha uma fé inabalável, e tinha que mudar o Brasil”. 

Empresários e cidadãos brasileiros estão sofrendo perseguição política por apoiarem o presidente Jair Bolsonaro ou por defenderem valores conservadores. Com uma “canetada”, o ministro Luís Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral, confiscou a renda de sites e canais conservadores, com o apoio e respaldo do presidente da casa, Luís Roberto Barroso, que é também ministro do STF. 

Toda a renda da Folha Política está sendo confiscada em consequência dessa decisão, que se aplica indiscriminadamente a todos os conteúdos produzidos pelo jornal e afeta inclusive a renda de vídeos antigos. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer o controle da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...