quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Bolsonaro aponta grave denúncia de ex-diretor de inteligência da Venezuela sobre Lula: 'Crime, motivo para cassação de partido'


Durante sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro comentou a revelação, pelo ex-chefe da inteligência dos ditadores da Venezuela, Hugo Chávez e Nicolás Maduro, de que o país mandava dinheiro para líderes da América do Sul, inclusive o ex-presidente Lula. Bolsonaro disse: “ele já começou a abrir o bico. E ele falou que dinheiro da Venezuela - país muito rico em petróleo e em ouro - bancava aqui o pessoal do Foro de São Paulo. E dinheiro vinha para algumas lideranças sul-americanas, entre elas Lula da Silva”. 

O presidente lembrou que a revista IstoÉ, que fez uma capa ofensiva contra ele, fez matérias para dizer que Lula seria inocente. Bolsonaro perguntou: “segundo a IstoÉ, aqueles aproximadamente 4 bilhões de reais que os delatores devolveram não eram da Petrobras? Aquele julgamento nos EUA que obrigou a Petrobras a se responsabilizar pelos desvios, não é verdadeiro?”. O presidente disse que o comportamento da revista é típico da velha imprensa brasileira.

O presidente apontou: “Lula recebeu dinheiro de fora do Brasil. Isso é crime. Isso, numa justiça séria, é motivo de cassação de registro de partido. Recebiam dinheirinho lá da Venezuela. E olha que, via BNDES, o governo Lula mandou dinheirinho lá pra Venezuela. Me pergunta se pagaram pra gente. Zero”. 

O ataque a cidadãos e empresas privadas, desrespeitando direitos e garantias fundamentais, tem se tornado cada vez mais comum, na CPI e também nas altas cortes do País. Sem justificativa jurídica, o corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, decidiu confiscar a renda de sites e canais conservadores, para destruir empresas privadas das quais discorda. A decisão, que incluiu a Folha Política, confisca todos os rendimentos da empresa, e teve o apoio e aplauso do presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, que é também ministro do STF. “Marcar” pessoas e fechar empresas por motivações políticas são atitudes que já foram observadas na História, mas nunca em democracias. 

Se você apoia a Folha Política e pode ajudar a evitar que a empresa seja fechada por falta de recursos para manter seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe qualquer valor através do Pix, utilizando o QR Code visível na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer controlar a informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...