terça-feira, 5 de outubro de 2021

Bolsonaro desabafa sobre inquérito no TSE que investiga manifestações de 7 de setembro: 'são os saudosos da corrupção, dos desmandos'


O Presidente Jair Bolsonaro participou do Simpósio Cidadania Cristã, na Igreja Batista Central de Brasília, quando agradeceu a Deus pela oportunidade de estar à frente do poder Executivo. O presidente comparou seus ministros aos de governos anteriores, apontando diversas ações que eram contrárias à família e à religião. Bolsonaro disse: “não podemos esquecer isso, pessoal, porque tem gente que, voltando ao poder, vai ressuscitar tudo isso aí”.

Bolsonaro disse que há pessoas melhores do que ele para o cargo, mas o destino quis que fosse ele o presidente. E disse: “o que podemos fazer? Trabalhar, aguentar pressões, desaforo, fake news, ameaças”. O presidente acrescentou: “a maioria do parlamento é do bem. A maioria esmagadora do povo brasileiro também é do bem. Respeitemos as minorias, mas que eles se mantenham na linha, e não nós, que já estamos na linha”. 

O presidente lembrou que países com menos recursos naturais são mais desenvolvidos que o Brasil, e questionou os motivos para o nosso subdesenvolvimento. Bolsonaro disse: “onde está o erro? passa pela classe política. Passa por nós, passa pelo trabalho de cada um”. O presidente enfatizou o papel dos líderes religiosos na manutenção da paz e da união na sociedade.

Bolsonaro lembrou que é “um presidente que acredita em Deus, respeita os militares e a Constituição, defende a família tradicional e deve lealdade ao seu povo”. O presidente lembrou que seus atos impactam a vida de todos os cidadãos, e comparou seus ministros aos de governos anteriores. Bolsonaro disse: “tudo era uma luta de poder”. 

O presidente disse: “estamos mudando as coisas no Brasil”, apontando que antes era tudo vermelho, agora está cada vez mais verde e amarelo. Bolsonaro lembrou que “o TSE - uma pessoa - está investigando os ‘atos antidemocráticos’ do 7 de setembro, quem financiou”. O presidente disse: “não têm do que nos acusar! São os saudosos da corrupção, dos desmandos, da abstinência ‘verde’. Quanta coisa já mudamos no Brasil!”.

O presidente prosseguiu: “Falta muita coisa? Falta”, e lembrou que o mundo todo está sofrendo com os efeitos da pandemia e da política do “fique em casa, a economia a gente vê depois”. E apontou: “nós, dadas as medidas do governo, somos um dos 5 países que menos estão sofrendo com a questão da pandemia”.

Nos últimos tempos, a liberdade de culto está sendo restringida no Brasil, assim como diversas outras liberdades, em especial a liberdade de expressão. Cidadãos e empresas são perseguidos em inquéritos secretos, como o mencionado pelo presidente, e sofrem com medidas abusivas como prisões, buscas e apreensões, censura, bloqueio de redes sociais, e até mesmo confisco de propriedade. 

A renda da Folha Política e de outros sites e canais está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral, com o apoio e respaldo do ministro do STF Luís Roberto Barroso, que é também presidente do TSE. O confisco da renda atinge todos os vídeos produzidos pelo jornal, independente de tema, data, ou qualquer outro fator. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal, doe qualquer valor utilizando o QR Code que está visível na tela, ou use o código Pix ajude@folhapolitica.org Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Com a sua ajuda, a Folha Política poderá se manter firme e continuar o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...