quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Bolsonaro ironiza inexperiência de Sérgio Moro e aponta: ‘ele assumiu a Justiça como se fosse particular dele’


Em entrevista a um programa da velha imprensa, transmitido por suas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro foi questionado sobre a possível candidatura do ex-juiz Sérgio Moro. Bolsonaro lembrou as dificuldades de Moro no ministério da Justiça. O presidente disse: “O Sérgio Moro veio trabalhar comigo, no meu entender, bem-intencionado. Sempre falei pros meus ministros: vocês têm liberdade, mas eu tenho poder de veto”, e sugeriu que Moro ficou ofendido com vetos que recebeu. 

Bolsonaro prosseguiu: “ele assumiu a Justiça como se fosse particular dele. Trouxe toda a República de Curitiba pro ministério dele. Ele tinha alguns problemas. Ele tinha uma vontade de ir para o STF”.

O presidente enfatizou a inexperiência política de Moro. Bolsonaro disse: “Ele é uma pessoa que não tinha experiência de política. É muito fácil, viveu 23 anos na magistratura, dá uma sentença judicial, “cumpra-se”. Você vai pra política, vê que não é assim. Fico imaginando, como ele vai negociar com o parlamento, conversar. Tem que conversar com os caras, pô. Esses caras têm poderes, porque foram escolhidos pelo povo”. O presidente resumiu: “Ele sabe o que está fazendo, o Podemos sabe o que está fazendo, também. Seria bom se cada partido lançasse um candidato”. 

A Constituição Federal determina, em seu art. 5º, inciso LIV, que “ninguém será privado da liberdade ou de seus bens sem o devido processo legal”. No entanto, o corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, mandou confiscar, em decisão monocrática em inquérito administrativo, a renda de canais e sites conservadores, como de Bárbara, do canal Te Atualizei, e da Folha Política. 

A decisão do ministro, que recebeu o respaldo e o apoio do presidente do TSE e ministro do STF Luís Roberto Barroso, confisca toda a renda dos canais, sem qualquer distinção segundo o tipo de conteúdo, o tema, a época de publicação ou qualquer outro critério. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal funcionando, doe através do QR Code que aparece na tela, ou utilizando o código Pix ajude@folhapolitica.org.  Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...