quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Bolsonaro se revolta e reage a ataques de Lula e petistas: ‘Canalhas, montaram o maior grupo criminoso da História’


O presidente Jair Bolsonaro discursou durante cerimônia de entrega de títulos de propriedade rural, no Vale do Ribeira, em São Paulo. O presidente falou da importância do voto e da responsabilidade dos cidadãos ao escolher seus representantes. Bolsonaro disse: “Vou agora puxar um versículo bíblico: Por falta de conhecimento, meu povo pereceu. Não podemos aceitar o discurso fácil da esquerda, daqueles canalhas que, há pouco tempo, estavam sentados na cadeira presidencial, mas organizaram o maior grupo criminoso da História do Mundo, onde roubaram quase tudo de nossa Nação por um projeto de poder”. 

O presidente desabafou: “Alguns querem reconduzir à cadeira presidencial exatamente esse que colocou o Brasil em uma situação muito complicada, como a que encontrei em janeiro de 2019. Peguei um Brasil arrasado ética, moral e economicamente”. Bolsonaro perguntou: “Vocês querem a volta para o Ministério da Educação do Haddad, que lá ficou por 12 anos? Não é fácil mudar rumos de um transatlântico, mas a gente vai mudando devagar e dando esperança para vocês. 

No ensejo, cidadãos pediram o ministro Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, para o cargo de Governador do Estado de São Paulo. Bolsonaro comentou: “Quem é político sabe que, para formar até mesmo um secretariado, você tem pressões. Imagine para formar um ministério: não aceitamos pressões. Fizemos um ministério com aquilo que de melhor tínhamos no momento e estamos dando satisfações a vocês”.

O presidente relembrou um episódio exemplificativo da atuação do PT no poder. Bolsonaro disse: “Vocês sabem quem estava na Presidência em 2014. Um ministro no Governo PT assinou uma instrução normativa permitindo a importação de bananas do Equador. A economia do Vale do Ribeira vem, em grande parte, da banana. O Equador não faz divisa com o Brasil. Para chegar aqui, andava 10 mil quilômetros, passando pelo Canal do Panamá. O controle fitossanitário era feito pelo Panamá, não pelo Brasil (...). Não se justificava isso. Visando atender interesses políticos e ideológicos daquele momento. Quando assumimos, rapidamente, foi revogada. Se isso continuasse, a economia dessa região seria muito abalada”.

O presidente apontou: “A responsabilidade pelo voto é enorme. Tenho certeza de que, por ocasião das eleições do ano que vem, o Brasil vai melhorar muito o seu quadro de políticos, seja para o Congresso, seja para as Assembleias Legislativas”.

Muitos brasileiros estão vivendo sob o jugo de uma ditadura, em que seus direitos e garantias fundamentais estão sendo desrespeitados. O país tem presos políticos e pessoas, jornais e sites censurados. A totalidade da renda da Folha Política, e também de outros canais e sites conservadores, está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral, em uma decisão que recebeu o respaldo do presidente da corte, Luís Roberto Barroso, que é também ministro do STF.

Se você apoia o trabalho da Folha Política, que há quase 10 anos mostra os fatos da política brasileira, e pode ajudar o jornal a permanecer em funcionamento, doe qualquer valor através do Pix, usando o QR Code que aparece na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer controlar a informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...