sábado, 16 de outubro de 2021

Conte Lopes aponta perseguição a Bolsonaro e ironiza CPI: ‘O Brasil inteiro conhece a fama dos caras. Eles que estão julgando?’


O deputado estadual Conte Lopes, da tribuna da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, retrucou ataques da oposição ao presidente Jair Bolsonaro. O deputado apontou que o presidente lida com uma situação muito adversa na política. Ele apontou: “tá difícil o Bolsonaro assinar lei para isso, pra aquilo, né? É um homem que está sozinho. É um homem que está há mais de 1000 dias no governo sem um caso de corrupção. Sem um caso de corrupção no governo Bolsonaro. Mas ele está numa ilha de tubarões. Até o ministro André Mendonça, que ele indicou para ser ministro do Supremo - um tal de Alcolumbre, que teve menos voto que eu, ele não põe pra votar! Veja que absurdo!”. 

Conte Lopes prosseguiu: “Cada um dos ministros do Supremo Tribunal Federal manda mais que o presidente. Cara que foi colocado lá pelo Sarney, pelo Collor de Mello… Fica difícil para o presidente enfrentar tudo isso aí. É um homem praticamente sozinho. Sem partido. O partido que ele tava foi pra um lado, o abandonaram. Ele elegeu todo mundo!”.

O deputado apontou: “tem até uma ideia de cassar a chapa. Cassa Bolsonaro, cassa Mourão…”. E questionou: “O Brasil é essa caca que está mesmo? Nunca vi uma caca como está hoje em dia a política. O cara é eleito, se ele não liberar verba e pôr todo mundo lá na secretaria, ministério, no outro dia estão pedindo a cassação dele. Ele já entra para ser cassado. Depois que o FHC criou essa reeleição, pior ainda. O cara é eleito, no outro dia já tá todo mundo querendo cassá-lo porque, se fizer um bom governo, ele pode se reeleger. Então, ele não pode trabalhar para o povo”. 

Conte Lopes acrescentou: “Então, o Bolsonaro tá enfrentando tudo isso aí. Bolsonaro se elegeu sozinho, contra Globo, Record, SBT, a imprensa toda. Contra igreja, contra partido político… contra todo mundo. O cara se elegeu sozinho. E enfrentando tudo isso”. O deputado ironizou a CPI do senado contra o presidente: “O Brasil inteiro conhece a fama dos caras. É eles que estão julgando? Pelo amor de Deus! Que coisa triste, não? Eles que vão pagar moral, com o traseiro de fora? É isso que a gente está vendo?”. Ele acrescentou: “o Bolsonaro tem que ficar se esquivando. A Globo, é o dia inteiro, CNN também. A imprensa toda, o dia inteiro batendo no cara”. 

Direitos fundamentais, como o direito à propriedade e o respeito à livre iniciativa têm sido relativizados no Brasil. Para uma “classe” de cidadãos, caracterizados pela velha imprensa como “bolsonaristas”, as garantias e direitos fundamentais estão suspensos. Em CPIs e em inquéritos conduzidos nas cortes superiores, cidadãos e empresas ficam sujeitos a quebras de sigilo, devassas, prisões políticas, buscas e apreensões, e confiscos. As investigações se originam de “relatórios”, “matérias” e “reportagens” produzidos pela concorrência, que são tomados como verdadeiros sem questionamento, assim como depoimentos de testemunhas suspeitas. 

Toda a renda da Folha Política, assim como de outras pessoas e empresas conservadores, está sendo confiscada, a mando do ministro Luís Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral, em decisão monocrática em um inquérito administrativo. Segundo a velha imprensa, que participa ativamente dos inquéritos e CPIs, a intenção é impedir o funcionamento das empresas ao privá-las de suas fontes de renda. A decisão de Salomão foi elogiada pelo presidente da corte, Luís Roberto Barroso, que é também ministro do STF. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir que o jornal seja fechado, doe qualquer valor pelo Pix. Você pode usar o QR Code que está visível na tela, ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando para você os fatos da política brasileira, fazendo a cobertura dos três poderes, e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...