terça-feira, 26 de outubro de 2021

Flávio Bolsonaro aponta ‘20 crimes’ de Renan na CPI, aponta ‘roubos’ de Lula e detona: ‘Não tem moral’


Em entrevista coletiva durante a sessão que deve votar o relatório da CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”, o senador Flávio Bolsonaro questionou o relatório do senador Renan Calheiros e a própria credibilidade da CPI após a conclusão dos trabalhos. 

O senador afirmou: “O relatório já vem eivado de total descredibilidade. Alguém que não tem moral e nem capacidade jurídica para botar algo no papel. A prova disso é um relatório extremamente frágil juridicamente falando, um relatório político que em nada beneficiou a população brasileira. Aponta como maior escândalo de corrupção do Governo Bolsonaro uma vacina que sequer foi comprada. Não se gastou um real de dinheiro público, como que há desvio? O tempo inteiro, querendo imputar ao presidente Jair Bolsonaro crimes que não param de pé. Eu tenho a convicção de que, assim que for analisado juridicamente, por um estagiário de Direito, ele vai ser prontamente arquivado”

O senador lembrou ainda que a CPI extrapolou as suas atribuições e que houve abuso de poder. Flávio Bolsonaro disse: “É inconstitucional, a CPI não tem competência para investigar o presidente da República. Inclui nomes sem dar o direito à defesa, ao contraditório. As sessões da CPI foram horripilantes. Se um delegado fizesse a oitiva de um trafi* na forma como os depoentes foram tratados por alguns senadores, esse delegado estaria preso por ameaça e tort* psicológica. Sugiro aos advogados de todos os depoentes que façam como eu: estou ingressando com uma representação contra Renan Calheiros pelos mais de vinte crimes que ele cometeu nesta CPI”.


O senador prosseguiu: “Que os advogados avaliem os abusos de autoridade sofridos nesta CPI. Depoimentos eivados de nulidade. O relatório é uma piada de mau gosto. A imunização está mostrando seus resultados, estamos retornando à normalidade. O presidente Bolsonaro não está preocupado com o relatório, pois não haverá alternativa a não ser arquivar. Além de tudo, a CPI quer a censura. Criticavam o Regime Militar, mas são os primeiros a aplaudir quando um perfil conservador é retirado do ar, quando tem a sua monetização cortada. As pessoas tiveram a perda do direito de ganhar o fruto de seu trabalho para poder comer. É isso que a CPI está promovendo”.

O senador Flávio Bolsonaro apontou as contradições do comando da CPI ao insistir na narrativa de “fake news”. Ele disse: “Falam tanto de ‘fake news’ e o que mais essa CPI fez foi fake news. Se exemplo de presidente da República fosse seguido pela população, durante o governo Lula, a população seria ladra. O Governo Bolsonaro deixará uma melhoria sem precedentes em toda a rede pública de saúde do Brasil. Equipamentos, CTIs, treinamento, contratação de médicos (...). A CPI tem um caráter eleitoral, politiqueiro, é um desrespeito aos brasileiros que esperavam um trabalho sério”

A Folha Política mostra, há quase 10 anos, fatos da política brasileira, que incluem atos, pronunciamentos, eventos e declarações de membros dos três poderes, inclusive do atual presidente da República eleito democraticamente pela maioria da população. Antes de sua eleição, a Folha Política mostrou atos dos presidentes anteriores, e, da mesma forma, pretende continuar mostrando os atos dos próximos presidentes, assim como a cobertura completa de fatos de relevância nacional no âmbito da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, das Assembleias Legislativas estaduais, das câmaras municipais, do STF e de outros tribunais. Contudo, atualmente, a renda do jornal está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, do TSE, que decidiu inviabilizar o funcionamento de sites e canais conservadores, privando-os dos meios de sobrevivência. 


O confisco de renda atinge todos os vídeos produzidos pelo canal, independente do conteúdo. Essa decisão recebeu o apoio e aplauso do ministro Luís Roberto Barroso, do STF, presidente do TSE, e se soma a outras medidas já tomadas contra o canal, como a apreensão de todos os equipamentos promovida pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, em inquérito que foi arquivado por falta de indícios de crime. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe qualquer valor pelo Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando os fatos da política brasileira, fazendo a cobertura dos três poderes, e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...