segunda-feira, 1 de novembro de 2021

Bolsonaro concede coletiva, alerta para risco de impactos de decisão da Petrobras, relata conversa com Merkel e defende Amazônia


O presidente Jair Bolsonaro concedeu entrevista coletiva enquanto visitava a terra de seus antepassados na Itália. Bolsonaro falou sobre a participação do Brasil no G20, apontando que foi muito bem-sucedida, tanto é que o país sediará um dos próximos encontros. 

Sobre a visita ao distrito de Pádua, Bolsonaro relatou suas emoções ao ver a cidade de seus avós. O presidente contou que os avós saíram dali e se conheceram durante a viagem para o Brasil, e falou sobre a emoção de ouvir as histórias sobre o período que levou tantos habitantes a decidirem emigrar. O presidente também relatou a emoção ao ouvir músicas que sua mãe cantava em sua infância. 

O presidente relatou que, no G20, na COP26 e na viagem, explicou que o Brasil não é vilão ambiental do mundo, sendo responsável por menos de 2% das emissões de gases do efeito estufa e, ao mesmo tempo, campeão de preservação. O presidente também lembrou que o mundo reconhece a importância do Brasil como fornecedor de alimentos, apontando que o país alimenta 1 bilhão de pessoas no mundo e garante a segurança alimentar de diversos países. 

Bolsonaro disse que, na volta ao Brasil, sua prioridade é o preço dos combustíveis. Lembrando que o ICMS cobrado pelos estados é o principal vilão do preço, Bolsonaro também teceu duras críticas à Petrobras. O presidente relatou que a empresa já planeja um novo aumento de combustíveis ainda neste mês, e disse: “isso não pode acontecer”. Bolsonaro disse que, considerando a estrutura da empresa e as leis que regulam o preço dos combustíveis, a solução é a privatização da Petrobras, mas que esse não é um caminho rápido. 

Bolsonaro lembrou ainda que o país não teria problemas com combustíveis se não tivesse havido os desvios promovidos pelo PT. O presidente lembrou que os governos anteriores iniciaram 3 refinarias, não concluíram nenhuma e ainda desviaram mais de 100 bilhões. Bolsonaro disse: “se só uma das três refinarias tivesse sido concluída, não teríamos esse problema”. 

Sobre as conversas com líderes mundiais, Bolsonaro relatou que teve uma ótima conversa com Angela Merkel, apesar de ter pisado no pé dela no início da reunião, e que, embora o presidente Joe Biden esteja, em suas palavras, “muito reservado”, ele conversou com as autoridades competentes americanas, lembrando que os dois países compartilham alguns problemas, e que é do interesse dos Estados Unidos preservar a democracia na América do Sul. 

Bolsonaro falou ainda sobre a escolha de um partido, relatando que a “bolsa de apostas” está entre PRB (Republicanos), PL e PP. O presidente lembrou que, com a mudança dos deputados que o acompanharão, o partido escolhido “será o maior partido do Congresso, tão logo se abra a janela em março”. Bolsonaro brincou: “As outras duas namoradas, vão ficar, né? E não podem ficar muito chateadas comigo. Vou casar, e vai ser  com uma só”. 

A renda deste vídeo, que mostra uma entrevista coletiva do presidente da República eleito democraticamente pela maioria dos brasileiros, está sendo confiscada a mando do ex-corregedor do TSE, Luís Felipe Salomão. A decisão, que foi aplaudida pelo ministro do STF Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, atinge diversos sites e canais conservadores e visa impedir o funcionamento da imprensa conservadora independente. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir o fechamento do jornal, doe qualquer valor através do Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando os fatos da política brasileira e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...