domingo, 28 de novembro de 2021

Bolsonaro confronta manipulações da Globo ao enumerar descalabros de Lula e do PT: Correios, BNDES, Petrobras, BB, Caixa


Em entrevista a uma rádio da Bahia, o presidente Jair Bolsonaro discorreu a respeito de inúmeros descalabros da gestão petista no que concerne às principais estatais do Brasil. Apontando prejuízos bilionários, desvios, aparelhamento, loteamento e malfeitos nos Correios, em fundos de pensão, no BNDES, na Petrobras, no Banco do Brasil e na Caixa Econômica, o chefe de Estado foi enérgico ao esmiuçar como sua equipe e seus ministros aplicaram uma profunda transformação no que tange ao respeito à coisa pública.

Bolsonaro assestou como parte da velha imprensa atua de maneira revanchista devido à redução de verbas públicas para anúncios em jornais e televisão, alfinetando a Rede Globo: “Olha, a gente sofre ataques de parte da grande mídia 24 horas por dia. Não tem boas notícias. A Petrobras anuncia investimento de 1 bilhão de dólares na Refinaria Abreu e Lima. Três refinarias foram propostas pelo Governo PT no passado. Gastou-se em torno de 100 bilhões de reais e não se chegou a lugar nenhum. Importamos em média 25% dos combustíveis que consumimos porque a capacidade de refino inexiste. O preço dos combustíveis também está alto por causa disso”.

Dessa maneira, o mandatário complementou: “Quando a gente fala em popularidade, ela vem em cima de trabalho que você faz, não comprando parte da mídia como se fazia no passado. Uma grande rede de televisão bate muito em mim por causa disso. Faturava bilhões por ano e isso foi reduzido em 80%”.

Neste contexto, Bolsonaro explicou os princípios que norteiam seu governo: “Eu não posso fazer algo artificial. Se você pegar 14 anos do último governo, segundo o ex-ministro Palocci, eles só não aparelharam, só não roubaram lá no Banco Central. O resto, foi tudo aparelhado (...). Segundo a deputada Paula Belmonte, que foi vice-presidente da CPI do BNDES, ela disse que se desviou aproximadamente 500 bilhões - só do BNDES. Hoje em dia, o BNDES está saneado”

Dessa forma, Bolsonaro expôs mudanças impactantes nas estatais promovidas por sua equipe: “Pode ver como era a Caixa Econômica, como era o Banco do Brasil. Totalmente loteado. Os Correios ficavam no zero a zero ou tinham prejuízo. Este ano, a previsão é ter lucro de 3 bilhões. Na Itaipu Binacional, somente no ano passado, investimentos bilhões. Estamos concluindo a segunde ponte para o Paraguai. Fizemos a extensão do aeroporto de Foz do Iguaçu (...). Nos Correios, o governo do PT comprou papéis de empresas venezuelanas. Tiveram que dobrar a contribuição para pagar a pensão. A Petrobras era assaltada, era roubo em cima de roubo. Os delatores da Operação Lava Jato devolveram quase 4 bilhões de reais. Estamos pagando dívidas enormes, ainda, de coisas do passado. O senhor Lula autorizou Evo Morales a expropriar, a tomar uma refinaria nossa na Bolívia. E 40% do gás consumido no Brasil vinha de lá. O preço subiu assustadoramente”.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso do ministro Luís Roberto Barroso, que também é ministro do STF.

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...