segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Bolsonaro, Guedes, astronauta Marcos Pontes e presidente da Marcopolo concedem entrevista e mostram inovação para o transporte público


O presidente Jair Bolsonaro concedeu entrevista enquanto recebia representantes da empresa Marcopolo, que apresentaram um protótipo de um ônibus elétrico inteiramente nacional. Bolsonaro  elogiou o espírito empreendedor do empresário e sua crença no nosso País. Bolsonaro disse que, se o protótipo for produzido comercialmente, poderá ajudar a mudar a forma de se fazer transporte no Brasil. O presidente acrescentou: “tem tudo para dar certo”. Bolsonaro prosseguiu: “o Brasil é um exemplo para o mundo, diferente do que se divulga mundo afora. E isso vem corroborar isso aí. Isso vem para nos ajudar, e muito, na preservação do nosso meio ambiente. O Brasil está sendo reindustrializado. Estávamos sendo desindustrializados nas últimas décadas. O meu trabalho é não atrapalhar quem quer produzir”. 

O empresário Paulo Bellini, da Marcopolo, afirmou que a intenção é “mostrar a capacidade que a indústria nacional tem para investir em tecnologia, para trazer o que há de melhor do mundo para produzir aqui no Brasil, gerando empregos aqui no Brasil, incentivando o crescimento desse parque industrial”. Bellini enfatizou a importância de incentivar o investimento em tecnologia nacional, em tecnologia brasileira, apontando que “o software de controle é um desenvolvimento próprio, brasileiro, feito aqui, e isso tem muita importância no desenvolvimento da indústria nacional”. 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o evento foi uma “celebração do empreendedorismo brasileiro”. Guedes enfatizou o desenvolvimento de tecnologia verde para resolver problemas do transporte urbano de massa, com barateamento do custo. Paulo Guedes disse: “É o Brasil reagindo com uma tecnologia verde, para tentar derrubar o preço do transporte público de massa”. O ministro contextualizou o desenvolvimento no projeto de reindustrialização do Brasil em cima de energia barata.

O secretário Carlos da Costa, do ministério da Economia, relatou que o Brasil sofreu um “processo covarde de desindustrialização”, explicando que, nas últimas décadas, a indústria do país foi massacrada pelos governos anteriores. O secretário explicou que o governo Bolsonaro adotou uma série de medidas para promover o equilíbrio macroeconômico, e também para promover a industrialização do país. 

Os ministros do Meio Ambiente, Joaquim Leite, e da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, que também estavam presentes, parabenizaram a empresa pelo desenvolvimento. O grupo todo aproveitou a oportunidade para um passeio no protótipo do ônibus, com o presidente Bolsonaro conduzindo o veículo. 

Este vídeo mostra o presidente da República, eleito democraticamente pela maioria da população, recebendo empresários brasileiros, acompanhado de seus ministros. A Folha Política mostrou este e outros atos e pronunciamentos do presidente da República, e de representantes dos três poderes, assim como atos, eventos e declarações de pessoas relevantes para o debate público. 

Entre inúmeros conteúdos da vida política brasileira, a Folha Política mostrou ao público os debates em torno de uma Proposta de Emenda à Constituição que visava aperfeiçoar o sistema eleitoral. A Folha Política mostrou os debates promovidos pelos proponentes da PEC, e também os debates ocorridos na Câmara dos Deputados, desde a proposição, passando pela Comissão Especial que debateu o tema, pela Comissão de Constituição e Justiça, até sua votação em plenário. O jornal também mostrou os pronunciamentos do presidente da República sobre o tema.  Foram expostos os argumentos favoráveis, contrários, e inclusive os argumentos dos partidos que defenderam a proposta, mas votaram contra. 

O ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, considerou que mostrar o debate público, com as opiniões de agentes legitimamente eleitos pelo povo e de figuras relevantes da política nacional, seria alguma espécie de “ataque” a alguma instituição. Em decisão inédita, o ministro mandou confiscar a renda do jornal, assim como de outros sites e canais conservadores, para impedir suas atividades. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e quebrando barreiras do monopólio da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...