quarta-feira, 10 de novembro de 2021

Bolsonaro retruca Lula, aponta interferência do Judiciário, rebate Renan Calheiros e mostra desserviço da CPI ao Brasil


Durante entrevista a uma rádio do Espírito Santo, transmitida por suas redes sociais, o  presidente Jair Bolsonaro respondeu sobre a CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, e sobre a interferência do Judiciário em seu governo.

Sobre a CPI, Bolsonaro disse: “no seu relatório, não tem uma linha nos acusando de corrupção. Zero. Nada. Foi um festival, um palanque eleitoral do Renan Calheiros, juntamente com Omar Aziz e Randolfe Rodrigues. A CPI ajuda, sim, a desgastar a imagem do Brasil lá fora. Quando desgasta a imagem, tem gente que quer investir aqui e não investe”. 

O presidente respondeu sobre o Supremo Tribunal Federal, confirmando a interferência. Bolsonaro disse: “alguns ministros do Supremo, quando chega lá ação de alguns partidos, em uma semana despacham contra a gente. E isso atrapalha a gente aqui. A gente tem dificuldades, sim. Mas, mesmo assim, estamos dando conta do recado”. 

O presidente Bolsonaro também rebateu o ex-presidente Lula e seu partido, apontando que eles votaram contra um auxílio para os mais pobres, que perderam emprego e renda em consequência das políticas adotadas por governadores e prefeitos a pretexto de combater a pandemia. Ele disse: “numa hora dessas, que a gente quer ajudar, as bancadas desses partidos votam contra essas pessoas mais humildes, que mais necessitam”. 

Bolsonaro lembrou a atuação do ex-presidente Lula e suas consequências para o mercado de combustíveis no Brasil. O presidente disse: “se tivesse feito uma só refinaria, se o PT não tivesse colaborado com a expropriação da refinaria na Bolívia, o Brasil estaria numa situação bem mais confortável”. 

A renda deste vídeo, que mostra uma entrevista do presidente da República, eleito democraticamente pela maioria da população, está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral. O ministro mandou confiscar a renda de vários sites e canais conservadores, entre eles a Folha Política, sem distinção de conteúdos. A decisão do ministro, que visa impedir a atividade do jornalismo conservador independente, foi aplaudida pelo ministro do STF, Luís Roberto Barroso, presidente do TSE. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir que o jornal seja fechado, doe qualquer valor através do Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela, ou pelo código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando os fatos da política brasileira e enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer o controle da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...