sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Deputado Otoni aponta arbitrariedades e tirania de Moraes após INTERPOL ignorar ordens para perseguir cidadãos: ‘faceta ditatorial’


Da tribuna da Câmara, o deputado federal Otoni de Paula ironizou o jornal Folha de São Paulo por manifestar estranheza com o fato de a Interpol não ter incluído alvos do ministro Alexandre de Moraes na lista vermelha de procurados internacionais. O deputado disse: “Por que a Folha de São Paulo está assustada com este comportamento da INTERPOL? Ora, senhoras e senhores, a faceta ditatorial de Alexandre de Moraes está sendo revelada ao mundo. Ele está mandando prender um jornalista por crime de opinião! Ora, senhores, desde quando a INTERPOL vai fazer este papel ridículo mundial?”. 

O deputado disse: “A INTERPOL, ao negar colocar o jornalista Allan dos Santos na lista vermelha, está colocando Alexandre de Moraes entre os ditadores mundiais, porque ela também não atenderia Nicolás Maduro se ele pedisse a ela que colocasse um adversário político na lista vermelha ou, então, se o Ortega pedisse a ela que colocasse um dos seus adversários na lista vermelha”. 

Otoni de Paula também rebateu declarações do ministro Alexandre de Moraes em live com figuras da extrema-esquerda e disse: “Extrema-direita para o Sr. Alexandre de Moraes é tudo aquilo que não é progressista, é tudo aquilo que não é progressismo. Enquanto isso, ameaça levar novamente um Deputado Federal para a cadeia porque esse deu entrevista a um canal de televisão. E esta Casa se cala vergonhosamente! O nome disso é rabo preso!”. 

O deputado Otoni de Paula tem suas redes sociais censuradas, há meses, a mando do ministro Alexandre de Moraes, como parte da perseguição que o ministro promove contra conservadores. A Folha Política também é alvo da perseguição do ministro, que já mandou apreender todos os equipamentos do jornal em inquérito que foi arquivado por falta de indícios de crimes. 

Há quase cinco meses, toda a renda do jornal está sendo confiscada, a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, em decisão que visa eliminar o jornalismo conservador independente, privando jornais, sites e canais conservadores de seus meios de sobrevivência. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar o canal a sobreviver, doe qualquer valor usando o QR code que está visível na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso prefira transferência ou depósito, a conta da empresa Raposo Fernandes está disponível na descrição do vídeo e no comentário fixado no topo. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...