quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Bolsonaro envia forte mensagem sobre o STF ao mencionar nomeação de Mendonça: ‘Ninguém é eterno’


Em pronunciamento por ocasião da assinatura de decretos do Auxílio Gás e do programa Alimenta Brasil, o presidente Jair Bolsonaro celebrou a renovação que está sendo implementada no STF, em especial com a nomeação de André Mendonça.

O chefe de Estado salientou: “Mais uma semana de boas notícias. Todas importantes, mas vamos falar da votação da sabatina de ontem de André Mendonça para o STF. Temos um evangélico no STF. De enorme conhecimento jurídico. Agradeço aos senadores. O André é uma pessoa adequada e que não abrirá mão, de jeito nenhum, de defender a nossa Constituição, a nossa democracia e a nossa liberdade”.

O presidente disse: “Deixo bem claro: todos os poderes são importantes. Aqui, temos um presidente, um vice e vinte e três ministros. No Congresso Nacional, temos 513 deputados e 81 senadores. São 594 pessoas. Tem gente que acha que o Parlamento é um quartel, não é um quartel (...). Existe o artigo 53 da nossa Constituição: deputados e senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas palavras, opiniões e votos. Isso é sagrado. Não podemos admitir que essa liberdade de expressão seja violada”.

Bolsonaro comparou: “Do outro lado, no STF, temos o terceiro poder. São 11 pessoas apenas. Graças a Deus, conseguimos nomear dois nomes. Renova-se o Executivo, o Legislativo e, também, o Judiciário, o Supremo. Ninguém é eterno. Alguns acham que são eternos. Ninguém é eterno”. O presidente lembrou ainda da importância das próximas eleições, dizendo: “Quem se eleger no ano que vem poderá indicar, no primeiro semestre de 2023, dois nomes para o STF. Será uma enorme renovação para o Supremo. Todas as instituições devem ser renovadas”.

A renda deste vídeo, que mostra um pronunciamento do presidente da República eleito democraticamente pela maioria dos brasileiros, está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral. O ministro mandou confiscar a renda de vários sites e canais conservadores, entre eles a Folha Política, sem distinção de conteúdos. A decisão do ministro, que visa impedir a atividade do jornalismo conservador independente, foi aplaudida pelo ministro do STF, Luís Roberto Barroso, presidente do TSE. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir que o jornal seja fechado, doe qualquer valor através do Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela, ou pelo código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando os fatos da política brasileira e enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer o controle da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...