domingo, 5 de dezembro de 2021

Deputado rebate petistas sobre o agronegócio: ‘Vocês vão fazer esse País virar uma Venezuela. Aliás, esse é o sonho, né?’


Durante sessão da Comissão de Agricultura da Câmara, o deputado federal Nelson Barbudo respondeu a colegas petistas que atacavam o agronegócio brasileiro. O deputado apontou que, mesmo agindo dentro da lei, o produtor brasileiro é criticado pela esquerda, que repete narrativas sem compromisso com os fatos. O deputado afirmou: “eles não querem que o Brasil cresça”.

O deputado respondeu a um colega que disse que o agronegócio não produz comida, ironizando: “vou fazer uma sugestão para que o homem do agronegócio brasileiro pare um ano de plantar. Quero ver onde você vai colocar a massa de famintos que aparecerão neste País”. O deputado acrescentou: “vocês perseguem aqueles que seguraram a balança comercial”. 

O deputado pediu: “Não queiram acabar com o grande negócio da agricultura brasileira. Vocês vão fazer esse País virar uma Venezuela. Aliás, eu tenho sempre denunciado: esse é o sonho, né? Trazer o socialismo para cá”. 

Nelson Barbudo relatou que, a pretexto de preservar o meio ambiente, a esquerda se opõe às atividades produtivas. O deputado disse: “não pode nada. Agora, vocês não levaram água pro São Francisco, precisou Bolsonaro levar. Ou eu estou mentindo? Quem levou água para o Nordeste? O Lula? O Lula levou o dinheiro das vezes que foi feito o aumento da obra. Vocês sabem a cantilena. Quem levou água para o Nordeste? Jair Bolsonaro”.

O ataque a cidadãos e empresas privadas, desrespeitando direitos e garantias fundamentais, tem se tornado cada vez mais comum no País, em especial nas altas cortes. Sem justificativa jurídica, o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, decidiu confiscar a renda de sites e canais conservadores, para destruir empresas privadas das quais discorda. A decisão, que incluiu a Folha Política, confisca todos os rendimentos da empresa, e teve o apoio e aplauso do presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, que é também ministro do STF. “Marcar” pessoas e fechar empresas por motivações políticas são atitudes que já foram observadas na História, mas nunca em democracias. 

Se você apoia a Folha Política e pode ajudar a evitar que a empresa seja fechada por falta de recursos para manter seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe qualquer valor através do Pix, utilizando o QR Code visível na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer controlar a informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...