sábado, 18 de dezembro de 2021

Ministra de Bolsonaro, Tereza Cristina entrega quase 15 mil títulos de terra em Rondônia: ‘dia histórico e muito emocionante’


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizou, nesta sexta-feira (17), evento para marcar a emissão de 14.519 documentos titulatórios definitivos e provisórios para famílias assentadas e produtores rurais em Rondônia. A cerimônia ocorreu no município de Ji-Paraná, localizado na região central do estado.

Ao todo, foram atendidas mais de 11 mil famílias de assentados da reforma agrária e mais de 3 mil agricultores beneficiários da regularização fundiária, em 50 municípios de Rondônia. A entrega de títulos é uma das prioridades do Governo Federal. Desde 2019, o Incra já emitiu mais de 269 mil títulos para beneficiários em todo o país.

A ministra Tereza Cristina, pelas redes sociais, comemorou, dizendo: 

“Dia histórico e muito emocionante. Quase 15 mil famílias de Rondônia já podem contar com o título de suas propriedades rurais. Sabe o que isso representa? Acesso a diversas políticas públicas, liberdade e a realização de um sonho. 

Foi o governo Jair Messias Bolsonaro  que entregou o título para dona Creuzinete Valvassori Helmer, de Alta Floresta D'Oeste (RO), que tenta regularizar sua terra desde 1991. Com modernização do sistema, inovação e vontade política, o processo levou pouco mais de 30 dias. Assim como ela, diversos produtores do estado aguardavam há anos por esse direito.

A maior entrega de títulos já realizada nos últimos 14 anos: 14.519 documentos. 

Além da entrega, o INCRA OFICIAL - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária  firmou parceria com o IFRO - Instituto Federal de Rondônia  para impulsionar o processo de regularização. A parceria permitirá a realização de georreferenciamento em assentamentos e glebas federais, supervisão ocupacional e inscrição de lotes de assentamentos no Cadastro Ambiental Rural (CAR). Investimento de R$22,8 milhões. 

Na ocasião, entregamos também o primeiro Selo Nacional de Agricultura Familiar (Senaf) Indígena do estado. Foi para a Cooperativa de Produção e Desenvolvimento do Povo Indígena Paiter Suruí. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento apoia as atividades agrícolas dessas comunidades. 

E ainda teve medalha! Mérito Rural Rondon. Quanto carinho! 

Agradeço toda a equipe do Incra, presidente Geraldo Melo Filho, a bancada federal, senador Marcos Rogério, deputado Lucio Mosquini, ao governador do estado, Coronel Marcos Rocha, pelo apoio e parceria.

Rondônia está no ❤”.

O presidente do Incra, Geraldo Melo, destacou que a titulação é uma das metas prioritárias do Governo Federal. “Esse já é o ano com o maior número de entrega de documentos titulatórios na história. Este governo, em menos de três anos, já é o com maior volume de documentos titulatórios emitidos e, mais do que isso, a soma dos documentos emitidos pelo Incra, nesse período, ultrapassa a soma de 14 anos de governos anteriores. Essa é a prioridade definida pelo Governo Federal e que está sendo executada”, afirma.

O senador Marcos Rogério, que participou da cerimônia, disse: 

Depois de 31 anos de espera, o casal de produtores rurais Helvio e Creuzinete tiveram oficialmente o título de sua propriedade, em Alta Floresta. Uma conquista que foi possível graças aos esforços do governo Bolsonaro em concluir processos de reforma agrária e dar mais agilidade à regularização fundiária. 

Foram entregues ao todo 14.519 títulos de propriedades rurais para famílias assentadas em Rondônia. Tive a honra de acompanhar o evento, ao lado da ministra Tereza Cristina, integrantes da bancada federal e demais autoridades. Parabéns a todos os envolvidos, sobretudo ao governo do presidente Jair Messias Bolsonaro. Esse foi o ano com o maior número de entregas de propriedades rurais no estado de Rondônia. 

O deputado federal Coronel Chrisóstomo disse: 

VITÓRIA DO SETOR PRODUTIVO DE RONDÔNIA

Hoje o setor produtivo de Rondônia está recebendo 14.519 títulos rurais, um esforço do Governo Federal do Presidente Jair Bolsonaro, do comando firme da nossa ministra da Agricultura Tereza Cristina e com o apoio da bancada federal do Congresso Nacional.

Na qualidade de Deputado Federal, membro da Comissão de Agricultura, tenho contribuído para o avanço da regularização fundiária. Tive também o compromisso de direcionar das minhas emendas o valor de RS 1.350.000 com a finalidade de apoiar o programa fundiário.

Um dos assentados que recebeu o título foi César dos Santos, que vive com a esposa Lucimere Ferreira e os dois filhos no assentamento Margarida Alves, localizado no município de Nova União, onde produzem milho, feijão e mandioca. “Esperamos o título desde 2008 e receber hoje vai proporcionar muitas coisas boas, como a possibilidade de financiamento, aumentar a produção e melhorar a nossa renda”, comemora o produtor. 

A família de Creuzinete e Hélvio Helmer, produtora de café no município de Alta Floresta D'Oeste, aguardava o título da terra há mais de 30 anos e conta que hoje faz planos para o futuro com mais segurança. “Agora vai melhorar bastante, porque a gente pode fazer financiamento e mais investimento para poder conseguir uma vida melhor. A vida vai melhorar bastante, porque a gente pode crescer mais. Antes, a gente só crescia com a força física mesmo, com a força dos braços, e, agora, a gente pode fazer um planejamento melhor para a nossa família”, disse Hélvio.

A liberdade, no Brasil, está sob ameaça, assim como a propriedade privada, em consequência do ativismo judicial de alguns membros do Judiciário. A renda da Folha Política e de outros sites e canais conservadores está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o apoio e respaldo do ministro do STF Luís Roberto Barroso, que é também presidente do TSE. O confisco da renda atinge todos os vídeos produzidos pelo jornal, independente de tema, data, ou qualquer outro fator. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal, doe qualquer valor utilizando o QR Code que está visível na tela, ou use o código Pix ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Com a sua ajuda, a Folha Política poderá se manter firme e continuar o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...