domingo, 5 de dezembro de 2021

Ministro Tarcísio anuncia ‘verdadeira revolução’ nas ferrovias do Brasil e planos audaciosos de Bolsonaro: ‘Oferta, operação e eficiência’


O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, comemorou a chegada de pedidos de novas ferrovias. O ministro disse: “Chegamos a 36 pedidos de novas ferrovias e R$ 150 bilhões de investimentos projetados. São 20 requerentes, sendo 16 desses novos operadores para ferrovias que vão cortar 14 unidades da federação c/ 11.142 km de trilhos e viabilizar pelo menos 7 novos acessos ferroviários aos portos do Brasil. É ou não é uma verdadeira revolução?”

O ministro acrescentou: “As autorizações são pilar estratégico da revolução ferroviária que o governo do presidente Jair Bolsonaro  está promovendo, e eu faço questão de dizer que ela tem dado mais frutos do que a gente esperava. E lá em Juiz de Fora (MG), comemoramos também mais uma entrega do DNIT para solucionar o conflito entre ferrovia e cidade ao transpor a linha férrea que cruza o centro por meio do viaduto Hélio Fádel de Araújo, que integra um conjunto de obras essenciais para a fluidez e segurança”. 

Tarcísio disse ainda: “Tem uma revolução no setor de transportes acontecendo, e isso passa pelas autorizações, renovações antecipadas e por essa carga enorme de investimento que o governo do presidente Jair Bolsonaro está liberando ao transformar tanta demanda represada em oferta, operação e eficiência”.

O avanço constante e crescente de medidas restritivas arbitrárias impostas por governadores e prefeitos a pretexto de combater a pandemia é um dos sinais de que, no Brasil, os cidadãos não vivem em uma democracia. 

Para um grupo de pessoas e empresas, a tirania ganha contornos de implacável perseguição política e ideológica, e esse grupo “marcado” vem sendo perseguido com medidas arbitrárias, como prisões políticas, buscas e apreensões, censura, bloqueio de redes sociais e confiscos. 

A Folha Política, que já teve todos os seus equipamentos apreendidos a mando de Alexandre de Moraes, atualmente tem toda a sua renda confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral, em decisão aplaudida pelo ministro Luís Roberto Barroso, do STF, presidente do TSE. Segundo a velha imprensa, que participa ativamente dos inquéritos, a intenção é impedir o funcionamento da empresa, privando-a de sua fonte de renda. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir o fechamento do jornal, doe qualquer valor pelo Pix, usando o QR Code que está visível na tela, ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático e trazendo os fatos da política brasileira. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...