segunda-feira, 13 de dezembro de 2021

Presidente do Paraguai homenageia o Brasil, agradece a Bolsonaro e faz pronunciamento impactante


O presidente Jair Bolsonaro participaria hoje da Cerimônia de Lançamento da Pedra Fundamental para Construção da Terceira Ponte Brasil-Paraguai, financiada por Itaipu Binacional. Devido às condições climáticas, não foi possível pousar no local, e o presidente Bolsonaro não pôde comparecer à cerimônia. 

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, agradeceu aos dois lados da Itaipu Binacional. O presidente afirmou que a obra é o “início de uma enorme transformação para o Paraguai, o Brasil e toda a região”. Mario Abdo relatou que Bolsonaro pediu para que fizessem a cerimônia juntos, e remarcou para janeiro. 

Mario Abdo afirmou que a ponte é, ‘“na história de aliança estratégica de irmandade e complementaridade” entre os dois países, uma das obras mais importantes. O presidente mencionou uma conversa com Bolsonaro, em que lembraram que a primeira obra para conectar os dois países foi a ponte da Amizade, que transformou a relação política, econômica e cultural entre Paraguai e Brasil, seguindo a fraternidade entre os povos. 

O presidente do Paraguai prosseguiu, explicando que a segunda obra, com grande impacto sobre a economia dos dois países, foi a construção da represa de Itaipu. Ele disse: “feita pelo talento paraguaio e brasileiro, também essa obra foi uma homenagem a esse compromisso de países amigos e irmãos”.

Mario Abdo relatou que, quando chegou à presidência, sempre questionava o governador por que, em quarenta anos, a integração não havia avançado mais. Ele disse: “a última obra foi a represa de Itaipu, e desde então não tínhamos concretizado outras obras para a integração dos nossos povos”. 

O presidente do Paraguai relatou que, no governo do ex-presidente Temer, os dois países negociaram uma mudança na forma de financiamento das obras, o que viabilizou os acordos para a construção da segunda ponte, e que, depois, recebeu o apoio firme e decidido do presidente Jair Bolsonaro. 

Abdo apontou que a segunda ponte será inaugurada no ano que vem, e a terceira, pelo próximo presidente, e afirmou: “estas obras vão gerar desenvolvimento, emprego e prosperidade para nossas nações”. Ele acrescentou: “vai permitir que nossos povos se unam, em trabalho, em cultura, e em prosperidade”.  Ele concluiu: “nos vemos logo, um ótimo Natal, e em janeiro estaremos aqui nesse abraço solidário entre dois povos irmãos”. 

A renda deste vídeo e de todos os outros da Folha Política está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com respaldo e apoio de Luís Roberto Barroso, ministro do STF e presidente do TSE. O ministro Salomão decidiu, de forma monocrática e em um inquérito administrativo, confiscar toda a renda da empresa, a pretexto de impedir a divulgação de discursos que não lhe agradam. Sem a renda, a empresa em breve não poderá mais manter sua estrutura em funcionamento, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores.  Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org.  Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo. Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e quebrando barreiras do monopólio da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...