segunda-feira, 3 de janeiro de 2022

Bolsonaro informa sobre sua saúde e mostra foto no hospital; não há previsão de alta


O presidente Jair Bolsonaro divulgou, pelas redes sociais, uma foto no hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde está internado. Bolsonaro disse: 

- Comecei a passar mal após o almoço de domingo.

- Cheguei ao hospital às 03h00 de hoje.

- Me colocaram sonda nasogástrica.

- Mais exames serão feitos para possível cirurgia de obstrução interna na região abdominal.

- É a segunda internação com os mesmos sintomas, como consequência da fa*** (06/set/18) e 4 grandes cirurgias.

- Dr. Macedo, em viagem, chega às 15h de hoje.

- Jair Bolsonaro.

O hospital Vila Nova Star, onde o presidente Jair Bolsonaro foi internado nesta madrugada, divulgou uma nota à imprensa em que informa que o quadro do presidente é estável, mas não há previsão de alta no momento. 

A nota diz: 

São Paulo, 03 de janeiro de 2022 – O Hospital Vila Nova Star informa que o Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, deu entrada na unidade na madrugada desta segunda-feira, devido a um quadro de suboclusão intestinal. Ele está estável, em tratamento e será reavaliado ao longo desta manhã pela equipe do Dr. Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo. No momento, sem previsão de alta.

A Secretaria de Comunicação do Governo informou: “A Secretaria Especial de Comunicação Social (SECOM) informa que o Presidente da República, Jair Bolsonaro, após sentir um desconforto abdominal, deu entrada no Hospital Nova Star, em São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (03), para a realização de exames. A Secom informa, ainda, que o Presidente passa bem e que mais detalhes serão divulgados posteriormente, após atualização do boletim médico”. 

O presidente, que ainda está de férias, estava passando alguns dias no litoral de Santa Catarina, e foi internado após sentir desconforto abdominal.  Bolsonaro já sofreu uma série de cirurgias desde o ataque por um militante de extrema-esquerda durante a campanha eleitoral. Os episódios de obstrução intestinal são relativamente frequentes, em consequência do ataque, e podem levar à necessidade de novas cirurgias.

Empresários e cidadãos brasileiros estão sofrendo perseguição política por apoiarem o presidente Jair Bolsonaro ou por defenderem valores conservadores. Com uma “canetada”, o ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, confiscou a renda de sites e canais conservadores, com o apoio e respaldo do presidente da casa, Luís Roberto Barroso, que é também ministro do STF. 

Toda a renda da Folha Política está sendo confiscada em consequência dessa decisão, que se aplica indiscriminadamente a todos os conteúdos produzidos pelo jornal e afeta inclusive a renda de vídeos antigos. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer o controle da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...