quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Bolsonaro se encontra com presidente do Suriname e mostra vídeo com imagens impressionantes de recepção


Após uma impressionante recepção na chegada ao Suriname, o presidente Jair Bolsonaro foi recebido pelo presidente Chandrikapersad Santokhi, e os dois chefes de estado foram para uma área externa para registrar o encontro com fotografias. Os dois presidentes se cumprimentaram efusivamente. Eles trataram de acordos bilaterais em áreas como energia, infraestrutura, segurança e defesa. 

O presidente da Guiana, Irfaan Ali, também participa do encontro. Além das questões na área de energia e infraestrutura, os líderes também devem discutir agendas nas áreas de comércio, investimentos, segurança, defesa, cooperação técnica e questões da pauta regional. Amanhã (21), Bolsonaro fará uma visita à capital da Guiana, Georgetown.

O  ministério das Relações Exteriores informou: “A viagem presidencial ocorre no contexto do fortalecimento das relações bilaterais, em cenário de retomada do diálogo estratégico entre os governos e de perspectivas de maior desenvolvimento econômico e social no Suriname e na Guiana, impulsionado pelas descobertas recentes de petróleo e gás”.

A Constituição brasileira determina, em seu art. 5º, inciso LIV, que “ninguém será privado da liberdade ou de seus bens sem o devido processo legal”. No entanto, o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, mandou confiscar, em decisão monocrática em inquérito administrativo, a renda de canais e sites conservadores, como de Bárbara, do canal Te Atualizei, e da Folha Política. 

A decisão do ministro, que recebeu o respaldo e o apoio do presidente do TSE e ministro do STF Luís Roberto Barroso, confisca toda a renda dos canais, sem qualquer distinção segundo o tipo de conteúdo, o tema, a época de publicação ou qualquer outro critério. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal funcionando, doe através do QR Code que aparece na tela, ou utilizando o código Pix ajude@folhapolitica.org. Caso não use Pix, a conta da empresa Raposo Fernandes está disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo. 

Há quase 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...