sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Secretário de Bolsonaro mostra transformação na pesca: ‘como pode um país com mais de 8500 km de costa importar pescado?’


Durante cerimônia de lançamento de linhas de crédito para Aquicultura e Pesca, o secretário Jorge Seif Jr. explicou como o governo Bolsonaro está transformando a cultura que impedia o empreendedorismo no Brasil. O secretário questionou: “o Brasil é um dos maiores exportadores de suínos, bovinos e aves do mundo. Como um país com mais de 8500 km de costa, com o maior rio do mundo, com lagos… é importador de pescado?”.

O secretário explicou que o setor era o único que não tinha financiamento por parte do governo, o que já se resolveu no governo Bolsonaro, com o lançamento de linhas de crédito pela Caixa Econômica Federal. Seif Jr. também anunciou o início de atividades de piscicultura no mar, e comparou a realidade atual com a de governos anteriores. Ele disse ao empresário responsável pela primeira piscicultora marinha em escala industrial, que vai produzir 16 mil toneladas de pescado por ano: “quando um empresário como você procurava o governo federal, demorávamos de 10 a 15 anos para entregar esse título. E te pedíamos uma caixinha”. Seif Jr mostrou que o caso específico foi analisado e aprovado em menos de um ano. 

Jorge Seif Jr. também mencionou a cessão de terminais de pesca que foram construídos e abandonados pelos governos passados, e relatou ainda a cessão de águas da União. O secretário disse: “de 2008 a 2018, a União assinou 223 contratos. No governo do presidente Jair Messias Bolsonaro (acabamos de fazer 3 anos de governo), já foram assinados 231 contratos. Palmas para o presidente Jair Bolsonaro, por favor”.

A Constituição Brasileira, em seu primeiro artigo, afirma que os fundamentos da República são: a soberania, a cidadania, a dignidade da pessoa humana, os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa, e o pluralismo político. No entanto, para um grupo de pessoas, esses fundamentos parecem ser relativizados. 

A Folha Política já foi alvo de inquéritos do ministro Alexandre de Moraes, sofreu busca e apreensão de todos os seus equipamentos, e teve seus sigilos quebrados. Os inquéritos, usados para perseguir um grupo com base em critérios políticos, se baseiam em “relatórios” e “reportagens” que são tomados como verdadeiros, embora produzidos pela concorrência e sem qualquer compromisso com fatos. 

Com base no mesmo tipo de informação produzida por fontes suspeitas, o ex-corregedor do TSE, Luís Felipe Salomão, mandou confiscar toda a renda da empresa e de outros jornais e canais conservadores, com o apoio e elogios do ministro Luís Roberto Barroso, do STF e do TSE. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a empresa a sobreviver, doe qualquer quantia através do Pix, utilizando o código que está visível na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...