quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022

Bolsonaro presta solidariedade às vítimas das chuvas em Petrópolis e Mourão anuncia mobilização do governo


O presidente Jair Bolsonaro manifestou-se, pelas redes sociais, sobre os deslizamentos de terra na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro, após fortes chuvas. Bolsonaro disse: “De Moscou tomei conhecimento sobre a tragédia que se abateu em Petrópolis/RJ. Fiz várias ligações para os Ministros Rogério Marinho e Paulo Guedes para auxílio imediato às vítimas, bem como conversei com o ministro da Defesa, General Braga Neto, que me acompanha na Rússia. Falei também com o governador do Rio, Cláudio Castro, que se encontra na região atingida. Retorno na próxima sexta-feira e, mesmo distante, continuamos empenhados em ajudar ao próximo. Deus conforte aos familiares das vítimas”. 

O presidente em exercício, general Hamilton Mourão, afirmou: “Meus sentimentos às famílias que perderam seus entes queridos durante as fortes chuvas na Região Serrana do RJ. O Governo Federal já se mobiliza para minimizar os danos causados pelos alagamentos, inundações e deslizamentos em Petrópolis”.

O ministro Anderson Torres disse: “Meus sentimentos a todas as famílias da região serrana do Rio de Janeiro pelas terríveis perdas por conta das últimas chuvas. O ministério da Justiça e Segurança Pública está de prontidão para apoiar o governo do RJ no que seu governador Cláudio Castro precisar!”. O ministro acrescentou: “Já nesta madrugada, equipes da Polícia Rodoviária Federal reforçaram o perímetro urbano de Petrópolis para prover mais segurança na região. #Petrópolis Pede Socorro e o ministério da Justiça e Segurança Pública do governo Jair Bolsonaro está presente para ajudar!”.

O ministro Rogério Marinho afirmou: “Hora de solidariedade e ajuda às famílias impactadas pelas chuvas em Petrópolis RJ. Nosso secretário de defesa civil está se deslocando para o local hoje. Ontem, fui contactado pelo presidente Jair Bolsonaro, da Rússia, que determinou mobilização de todos para ajudar. Sexta ele estará conosco no local.

O ministro Tarcísio Gomes de Freitas disse: “Nossa solidariedade às famílias das vítimas das fortes chuvas que atingiram Petrópolis. Que Deus lhes proporcione muita força neste momento de dor”. 

O ministro João Roma afirmou:  “Lamentamos mais uma tragédia causada pelas chuvas, desta vez em Petrópolis. Em apenas seis horas, o volume de chuvas superior a todo mês de fevereiro, 34 mortos e o Centro Histórico destruído. Registro aqui meus sentimentos aos familiares das vítimas. Que Deus os conforte”. O ministro acrescentou: “Vamos mais uma vez nos reunir numa força tarefa com os ministérios e órgãos envolvidos para acolher, cuidar e recuperar os danos causados pelas chuvas em Petrópolis. Esta é a determinação do presidente Jair Bolsonaro”

O Ministro Luiz Ramos disse: “recebi com muita tristeza a notícia da tragédia em Petrópolis-RJ. Acompanhei de perto a mobilização do nosso presidente Jair Bolsonaro que, aqui da Rússia, acionou vários ministérios para atuarem no local. Deixo minha solidariedade e minhas orações a todas as vítimas deste temporal”.


O deputado Marco Feliciano afirmou: “o presidente Jair Bolsonaro, em viagem à Rússia, ao tomar conhecimento das enchentes e deslizamentos em Petrópolis, disponibilizou vários ministérios para  atender as emergências em colaboração com o governo do estado e prefeitura. Que Deus minimize o sofrimento do povo!”

A deputada Bia Kicis disse: “Bom dia! Toda minha solidariedade aos moradores de Petrópolis, cidade serrana do RJ que vem sofrendo terrivelmente com as fortes chuvas. Que as autoridades consigam aliviar os estragos causados e que a sociedade civil consiga se mobilizar em prol das vítimas e seus familiares!”

O deputado Hélio Lopes disse: “Lamento as mortes causadas pela forte chuva que caiu na cidade de Petrópolis no dia de hoje. Minha total solidariedade às famílias atingidas, que Deus conforte a todos neste momento de tristeza. #deusestanocontroledetudo”

O senador Flávio Bolsonaro disse: “Minha solidariedade aos moradores de Petrópolis. Que Deus proteja a todos e conforte o coração dos amigos e familiares das vítimas. Estou à disposição para ajudar no que for preciso!”. 

O ex-ministro Abraham Weintraub disse: “Nossas orações a todos que sofrem com as chuvas em Petrópolis”. 

A deputada Alana Passos disse: “Minha solidariedade a todos que estão sofrendo com as fortes chuvas em Petrópolis. Estou à disposição para auxiliar no que for possível. Sigo em oração pedindo a Deus que proteja as famílias que estão passando por mais essa situação e peço que o governador aja rápido!”

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso do ministro Luís Roberto Barroso, que também é ministro do STF.

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...