quinta-feira, 10 de fevereiro de 2022

Bolsonaro rebate Barroso, do STF, detona Lula e expõe ação do Exército quanto às eleições 2022


Durante sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro respondeu a uma pergunta sobre a suposta vantagem eleitoral do ex-presidente Lula alardeada pela velha imprensa. Bolsonaro sugeriu que os cidadãos comparem os números da audiência de sua live com a da live que Lula estava realizando simultaneamente, comemorando o aniversário do PT. Bolsonaro apontou: “1200 pessoas assistindo x 190 mil - a prova concreta de que isso é uma farsa”. O presidente acrescentou: “todo mundo sabe onde aperta o seu calo e onde tem que desconfiar”. 

O presidente afirmou: “tenho certeza de que brevemente essas questões estarão resolvidas”. Bolsonaro lembrou que as Forças Armadas foram convidadas a participar do processo eleitoral, em todas as suas fases, e que as equipes do Exército especializadas em guerra cibernética levantaram dezenas de vulnerabilidades e oficiaram ao Tribunal Superior Eleitoral. 

Bolsonaro apontou: “passou o prazo, ficou um silêncio. O prazo se esgotou no dia de hoje”. O presidente afirmou que o ministro da Defesa, general Braga Netto, vai entrar em contato com o TSE para questionar sobre essa resposta. Bolsonaro disse: “o que nós queremos? Eleições limpas, transparentes, e eleições que possam ser auditadas. É o mínimo que se espera, porque ninguém acredita em pesquisas”.

Bolsonaro reiterou que o Exército busca colaborar com a transparência dessas questões, e disse que não cabe a “uma ou outra pessoa” tomar decisões, achando que não deve satisfações à sociedade. O presidente disse: “deve satisfação, sim”. 

O presidente prosseguiu, parabenizando o ministro Luís Roberto Barroso e apontando: “elogiou as eleições de Portugal, só esqueceu de falar que lá o voto é no papel”. O presidente apontou que as máquinas são confiáveis e ressalvou que há pessoas que operam as máquinas. Bolsonaro afirmou ter confiança de que, com a colaboração das Forças Armadas, ao final das eleições, não haverá dúvidas do resultado final. 

Este vídeo mostra um trecho de uma das lives feitas pelo presidente da República para sua prestação de contas semanal à sociedade. A Folha Política mostrou este e outros pronunciamentos do presidente da República, e de representantes dos três poderes, assim como atos, eventos e declarações de pessoas relevantes para o debate público. 

Entre inúmeros conteúdos da vida política brasileira, a Folha Política mostrou ao público os debates em torno de uma Proposta de Emenda à Constituição que visava aperfeiçoar o sistema eleitoral. A Folha Política mostrou os debates promovidos pelos proponentes da PEC, e também os debates ocorridos na Câmara dos Deputados, desde a proposição, passando pela Comissão Especial que debateu o tema, pela Comissão de Constituição e Justiça, até sua votação em plenário. O jornal também mostrou os pronunciamentos do presidente da República sobre o tema.  Foram expostos os argumentos favoráveis, contrários, e inclusive os argumentos dos partidos que defenderam a proposta, mas votaram contra. 

O ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o apoio de Luís Roberto Barroso, presidente da corte e ministro do STF, considerou que mostrar o debate público, com as opiniões de agentes legitimamente eleitos pelo povo e de figuras relevantes da política nacional, seria alguma espécie de “ataque” a alguma instituição. Em decisão inédita, o ministro mandou confiscar a renda do jornal, assim como de outros sites e canais conservadores, para impedir suas atividades. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e quebrando barreiras do monopólio da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...