sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022

Bolsonaro se indigna e retruca jornalista da Globo News: ‘Inacreditável, comentário idiota!’


Durante sua live semanal, realizada excepcionalmente em uma sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro comentou uma narrativa de um jornalista da rede Globo, classificando-a como “inacreditável”. 

O presidente respondia ao jornalista Augusto Nunes, que relatou que Gerson Camarotti, da Globo, atribuiu a tragédia ocorrida na cidade de Petrópolis a um suposto “negacionismo ambiental” do presidente. Bolsonaro disse: “Camarotti? Eu vi esse comentário. Eu não sei o que esse cara tem na cabeça”. O presidente disse: “Uma coisa idiota. Tudo para eles é ‘terraplanista’, ‘negacionista’… a gente não tem o que falar. “Negacionismo climático” - fica difícil responder a um comentário tão idiota, desse “jornalista”. Camarotti. Inacreditável! Meu negacionismo que levou à catástrofe em Petrópolis? Pelo amor de Deus!”

O presidente lembrou: “em 1932, houve também um volume enorme de água das chuvas na região. E 90 anos depois é que tivemos outro volume semelhante. Obviamente, obras de infraestrutura, de contenção de encostas, são bem-vindas, mas, no meu entender, mesmo se estivesse tudo arrumadinho, não ia deixar de ser uma catástrofe”. 

O presidente prosseguiu: “Aconteceu, a gente lamenta profundamente, somos solidários aos familiares que perderam entes queridos, fomos para ajudar o prefeito, o governador… mas… dispensa perdermos perdemos tempo de discutir o comentário do Camarotti. Não é a primeira vez que ele fala essas asneiras, né? Eu não assisto à TV Globo para não ficar desinformado”. 

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo do ministro Luís Roberto Barroso. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas.

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, a mando do ministro Alexandre de Moraes. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo e as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há quase 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...